Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 27 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Voluntários da Jornada pintam de azul a cidade de Cracóvia

25384lpr_445381fb5fbfe93.jpg

Krakow2016 - publicado em 25/07/16

Jovens usando mochilas e camisetas recebidas nos kits podem ser vistos por toda a cidade. Voluntários se preparam para servir em diferentes locais

A cidade de Cracóvia já começou a vivenciar o clima da Jornada Mundial da Juventude. O fluxo além do normal de turistas na ”Cidade dos Santos” já é notado por todas as ruas e algo em especial vem chamando a atenção: a cor azul do kit do voluntário colorindo as ruas. Cada jovem traz consigo diferentes histórias e etnias que compõem o maior evento da juventude católica do mundo. Esses voluntários traçaram diferentes caminhos para servir a Deus e buscam distintas respostas no evento.

Não importa o sacrifício, para o nigeriano Joseph Nathaniel, o sentido da Jornada está em servir a Deus, por isso a escolha por ser voluntário. Ele já percorreu quatro continentes com a Jornada, sendo Cracóvia 2016 sua quinta participação. Desde o anúncio no Rio de Janeiro, em 2013, ele se preparou espiritualmente e financeiramente para estar aqui. “Eu gosto é de servir ao próximo, pois assim sirvo a Deus”, afirma Joseph. E ele não mede esforços para servir ao outro no alojamento onde está hospedado.

A JMJ também está sendo um sonho realizado para Cleber Souza. O brasileiro está participando da sua terceira Jornada, a segunda como voluntário. O serviço a Deus o encantou tanto que, para arcar com as despesas da viagem, Cleber fabricou 120 garrafas de cerveja e 60 taças. A produção artesanal fez tanto sucesso que ele já conseguiu 72 encomendas para quando voltar ao Brasil. Para ele, desde que começou a preparação para JMJ 2016 o Espírito Santo tem lhe mostrado diferentes caminhos para uma nova vida. “Penso que São João Paulo II é um grande mentor para enfrentar os momentos difíceis, sejam eles quais forem, espirituais ou financeiros, o que dá à Jornada um significado ainda maior”, diz.

Outra voluntária que está na Polônia é Natalija Smrtić. A jovem participa da sua primeira jornada e traz na bagagem anseios de servir e se divertir muito, mergulhando na Misericórdia Divina. Segundo ela, a Jornada é uma maneira que encontrou de professar a fé. Tudo que tem vivido é algo novo: os treinamentos, a convivência com tantas nacionalidades e até o convívio no dormitório são momentos nos quais ela observa a Misericórdia de Deus.

Para os voluntários, a Jornada já começou e a Misericórdia Divina já se faz presente em cada canto de Cracóvia. Com o coração aberto e certos de que estão prontos para servir, eles esperam os milhões de peregrinos e o Papa Francisco para partilhar a Graça.

(Krakow2016.com)

Tags:
JMJ
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia