Aleteia
Quinta-feira 22 Outubro |
São Moderano
Atualidade

Farc devem estar desarmadas antes de plebiscito, diz Justiça

Agências de Notícias - publicado em 17/08/16

A Corte Constitucional da Colômbia determinou que as Farc já devem estar desarmadas, quando for realizado o plebiscito para referendar o acordo de paz entre a guerrilha e o governo para pôr fim a um conflito de meio século – anunciou o tribunal nesta terça-feira (16).

“O grupo armado ilegal, com quem se negociou o conteúdo do Acordo, deve depôr o uso das armas e da violência como passo prévio e obrigatório para a aprovação popular”, disse a Corte, na sentença de cerca de 300 páginas que confirmou o plebiscito como mecanismo para validar o pacto entre o governo de Juan Manuel Santos e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Em 18 de julho, a Corte declarou como legítimo o projeto de lei já aprovado pelo Congresso, no qual se estabelece o plebiscito como método para referendar entre as partes, que negociam a paz desde novembro de 2012 em Havana.

“A legitimidade democrática do plebiscito” depende de que as campanhas e a votação “se façam livres de pressões, entre elas as derivadas do uso ilegal da força e das armas”, determina a sentença.

“A Corte compreende que a execução das campanhas e a possível celebração do plebiscito serão exercidos sob a suposição do cessar integral e definitivo do conflito armado entre o Estado e o grupo armado ilegal que subscreve o Acordo”, acrescenta o documento.

O tribunal também ratificou a redução do limite de mais de 50% para 13% do total de cidadãos habilitados a votar. Isso significa que o acordo de paz com as Farc poderá ser aprovado com 4,4 milhões de votos positivos que superem a participação pelo “não”.

A decisão negativa do eleitorado “inibirá” a implementação dos acordos, ainda que não vá impedir as faculdades concedidas pela Constituição ao governo “de manter a ordem pública, entre elas a assinatura de acordos de paz com grupos armados ilegais e no marco da saída negociada para o conflito armado”.

Agora, a Corte enviará o texto aos presidentes do Senado e da Câmara dos Deputados. O documento definitivo será entregue ao presidente Santos para sua sanção.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Papa Francisco São José Menino Jesus
ACI Digital
Papa Francisco reza esta oração a São José há...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia