Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 27 Fevereiro |
Santa Honorina
home iconAtualidade
line break icon

Agressões a minorias étnicas aumentaram desde a saída do Reino Unido da UE

<p>Habitantes de Áden correm em direção a um depósito de armamentos, em razão de possível avanço de paramilitares xiitas da etnia huthi, no dia 25 de março de 2015</p>

Agências de Notícias - publicado em 18/08/16

O Reino Unido deve adotar medidas urgentes ante o aumento das agressões racistas desde a votação sobre o Brexit e diante da persistência das discriminações contra minorias étnicas, afirmou nesta quinta-feira uma comissão governamental britânica.

A Comissão sobre a Igualdade e os Direitos Humanos publicou um relatório que foi apresentado como o mais abrangente já realizado até o momento sobre as minorias étnicas no Reino Unido.

Apesar de sua situação ter melhorado em alguns aspectos nos últimos cinco anos, a vida para muitos membros dessas minorias se tornou muito mais dura, em particular em relação aos jovens negros.

De forma geral, “os negros têm mais probabilidades de serem vítimas de crimes ou de serem tratados mais duramente pelo sistema judicial”, explica o documento. “Na Inglaterra e no País de Gales, você tem duas vezes mais possibilidades de morrer de forma violenta se for negro”.

Os delitos xenófobos conheceram um pico sem precedentes na Inglaterra e no País de Gales depois do referendo dos britânicos sobre a saída da União Europeia, em 23 de junho, que foi precedido por uma campanha na qual a imigração foi o tema central.

“A reputação que nosso país ganhou duramente graças a sua tolerância enfrenta a pior ameaça que conheceu em décadas”, adverte o relatório.

As desigualdades afetam igualmente o mundo trabalhista. Os membros de minorias têm duas vezes menos possibilidades de achar um trabalho do que uma pessoa branca.

Quanto aos salários, os negros diplomados recebem em média um salário 23,1% inferior ao dos brancos.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
2
Eucaristia
Reportagem local
Diocese afasta padre que convidou pastor para “concelebrar&...
3
OPERA SINGER
Cerith Gardiner
Cantora de ópera faz apresentação incomum e homenageia Maria e as...
4
PRAYER
Desde la Fe
Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba
5
RECONSTRUCTED CHRIST
Lucandrea Massaro
Assim era Jesus: o misterioso Homem do Sudário, reconstruído em 3...
6
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
7
MEXICO
Pablo Cesio
México: homem chega à própria missa de corpo presente
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia