Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 22 Abril |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Coreia do Sul adverte que o Norte pode tentar matar desertores

lzdvawhgib1et2xilbtfrku9no8-zzikdmdbdmucz5tqvvvcj-vzpkplvjc5s0funelfrfkbjqteddwrouzq-3suvou.png

Agências de Notícias - publicado em 21/08/16

A Coreia do Sul advertiu neste domingo que a Coreia do Norte poderá tentar matar os desertores em resposta às recentes deserções de funcionários de alto nível.

“É altamente provável que a Coreia do Norte realize várias ações para prevenir futuras deserções ou qualquer agitação na população”, afirmou uma fonte do ministério sul-coreano da Unificação, citando possíveis assassinatos de ativistas de direitos humanos ou de desertores que se encontram no vizinho do Sul.

Estas advertências acontecem às vésperas de manobras conjuntas dos Estados Unidos e Coreia do Sul, que geram todos os anos um aumento da tensão na península coreana.

A fonte do ministério, que pediu para não ser identificado, disse aos jornalistas que a deserção anunciada na semana passada do número dois da embaixada da Coreia do Norte na Grã-Bretanha, Thae Yong-Ho, colocou o regime comunista numa “situação muito difícil”.

“Dado o caráter de (dirigente norte-coreano ) Kim Jong Un, a situação é muito perigosa”, afirmou.

Entre as possíveis ações que da Coreia do Norte, segundo a fonte, teria o risco de tentativas de assassinatos ou de atentados contra desertores que vivem na Coreia do Sul, assim como sequestros de sul-coreanos.

(AFP)

Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia