Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Papa envia bombeiros do Vaticano a Amatrice

© DR
Compartilhar

“Às 7 horas recebi um telefonema do Papa Francisco. Me informou que soube do terremoto às 4h15min e de ter celebrado a Missa, rezando pelas pessoas envolvidas. Pediu-me para não ter medo e me dirigiu palavras de proximidade e de encorajamento que gostaria imediatamente de transmitir à população”.

Palavras do Bispo de Rieti, Dom Domenico Pompili, falando sobre o telefonema que recebeu do Papa Francisco na manhã desta quarta-feira.

O prelado estava em peregrinação a Lourdes, na França, quando, às 3h52min, soube da notícia do abalo sísmico na região central da Itália. Dom Domenico Pompili embarcou no primeiro voo disponível para a Itália e na tarde desta quarta-feira irá aos locais atingidos para conhecer pessoalmente a situação e pensar em eventuais iniciativas.

Da Igreja de Rieti, no entanto, partiram as primeiras ações de solidariedade com intervenções da Caritas e do Refeitório de Santa Clara.

Bombeiros do Vaticano

Como sinal concreto da proximidade do Santo Padre às pessoas atingidas pelo terremoto, uma equipe de seis membros do Corpo de Bombeiros da Cidade do Vaticano dirigiu-se no início da manhã à Amatrice, um dos locais mais atingidos e com maior número de vítimas, que já chegam a sessenta.

A equipe trabalhará em pleno acordo com a Proteção Civil italiana na busca e na assistência às vítimas.

(Rádio Vaticano)