Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 16 Maio |
Santo Elesbão (ou São Caleb de Axum)
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

Critérios que não são do mundo: quando a Madre Teresa recusava grandes doações

Jesús Colina - publicado em 26/08/16

O cardeal Angelo Comastri, amigo da religiosa, explica o seu segredo

“Na realização da sua obra, a Madre Teresa de Calcutá não hesitou em recusar importantes doações, porque sabia que elas não iriam respeitar a dignidade dos pobres”.

Quem o conta é o cardeal italiano Angelo Comastri, vigário geral do Papa para a Cidade do Vaticano e grande amigo de Santa Teresa de Calcutá, que, na época desse depoimento, estava prestes a ser canonizada.

ORAÇÃO

“Ela me olhou com dois olhos límpidos e penetrantes. E em seguida me perguntou: ‘Quantas horas você reza por dia?’. Eu fiquei surpreso com essa pergunta e tentei me defender dizendo: ‘Madre, da senhora eu esperava um chamado à caridade, um convite a amar mais os pobres. Por que me pergunta quantas horas eu rezo?’. A Madre Teresa pegou as minhas mãos e as apertou entre as dela, como que para transmitir a mim o que ela tinha no coração. E me confiou: ‘Meu filho, sem Deus nós somos pobres demais para ajudar os pobres! Lembre-se: eu sou apenas uma pobre mulher que reza. Rezando, Deus coloca o Seu amor no meu coração e assim eu posso amar os pobres. Rezando!’“.

“Eu nunca mais esqueci aquele encontro”, disse o cardeal Comastri, em um depoimento escrito. “O segredo da Madre Teresa está todo aqui. Nós nos reencontramos tantas outras vezes, e cada ação e cada decisão da Madre Teresa eu notei que era maravilhosamente coerente com essa convicção de fé: ‘Rezando, Deus coloca o Seu amor no meu coração e assim eu posso amar os pobres’”.

NOBEL DA PAZ

Comastri prossegue: “Em 1979, ela recebeu o Prêmio Nobel da Paz: aceitou espantada e permanecendo tranquilamente pequena nas mãos de Deus. Foi receber o prêmio com a coroa do Santo Rosário apertada nas mãos grandes, acostumadas à fadiga do trabalho e à doçura das carícias: ninguém ousou censurar o seu carinho por Nossa Senhora; nem mesmo em uma terra estritamente luterana!”.

Retornando de Oslo, a Madre Teresa passou por Roma. Vários jornalistas lotaram o pátio exterior da casa humilde das Missionárias da Caridade no Monte Celio. A Madre Teresa não evitou os repórteres: acolheu-os como filhos, colocando na mão de cada um deles uma pequena medalha da Imaculada.

UMA PEQUENA PROVOCAÇÃO – E UMA RESPOSTA EXTRAORDINÁRIA

Os jornalistas, lembre-se o cardeal, foram generosos em fotos e perguntas. E uma pergunta foi um tanto provocadora: “Madre, a senhora tem setenta anos! Quando morrer, o mundo será como antes. O que mudou depois de tanto esforço?”.

“A Madre Teresa poderia ter reagido com um pouco de santa indignação, mas, em vez disto, sorriu luminosamente, como se tivessem lhe dado um beijo carinhoso. E disse: ‘Veja, eu nunca pensei que poderia mudar o mundo! Eu só tentei ser uma gota de água limpa em que pudesse brilhar o amor de Deus. Você acha pouco?’”.

O repórter não conseguiu responder. Ao redor da madre, tinha-se criado o silêncio da escuta e da emoção. A Madre Teresa retomou a palavra e pediu ao repórter: “Tente ser você também uma gota limpa e, assim, seremos dois. Você é casado?”. “Sim, madre”. “Peça também à sua esposa, e assim seremos três. Tem filhos?”. “Três filhos, madre”. “Peça também aos seus filhos e assim seremos seis…”.

UMA VILLA ITALIANA DE PRESENTE… RECUSADA!

Em 1988, a Madre Teresa visitou a localidade italiana de Porto Santo Stefano, onde Comastri era pároco na época. Em razão da visita, um rico industrial tinha manifestado a intenção de presentear à Madre Teresa a sua villa para acolher doentes de aids. Ele até tinha as chaves na mão para entregá-las à madre.

O sacerdote transmitiu a proposta à Madre Teresa, que prontamente respondeu: “Eu preciso rezar, tenho que pensar sobre isso. Não sei se é bom trazer os doentes de aids a um lugar de grande turismo. E se eles fossem rejeitados? Sofreriam duas vezes!”.

“Mas para todos nós, homens de pouca fé, parecia que a Madre Teresa estava prestes a perder uma ótima e rara oportunidade. Um distinto cavalheiro, que tinha assistido ao diálogo, sentiu-se compelido a aconselhar: ‘Madre, aceite a chave enquanto isso, e depois veremos’”, lembra Comastri.

Sem qualquer hesitação, porém, e talvez sentindo-se ferida no que lhe era mais querido e mais precioso, a Madre Teresa fechou a questão dizendo com firmeza: “Não, caro senhor. Porque aquilo que não me é necessário me pesa”.

Tags:
CaridadeMadre TeresaSantosValores
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Lucía Chamat
A curiosa foto de “Jesus” que está comovendo a Colômb...
2
Philip Kosloski
5 revelações surpreendentes do “terceiro segredo” de ...
3
Nossa Senhora de Fátima pede rezar o terço
Padre Reginaldo Manzotti
As 3 principais atitudes que Nossa Senhora de Fátima nos pediu
4
Soutane de Jean Paul II/attentat
Marzena Wilkanowicz-Devoud
Onde está a batina manchada de sangue de João Paulo II?
5
Nossa Senhora de Akita
Reportagem local
O grave alerta de Nossa Senhora de Akita sobre o maligno infiltra...
6
Irmã Lúcia, de Fátima, e o Papa São João Paulo II
Francisco Vêneto
O terço “funciona”, garante a Irmã Lúcia, de Fátima: ...
7
FATIMA
Reportagem local
Uma carta da Irmã Lúcia, vidente de Fátima, sobre a grandiosidade...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia