Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Descobrir quem você foi não determina seu futuro

Reprodução/Youtube
Compartilhar

Uma dica de filme para o final de semana e uma incrível reflexão sobre Jason Bourne

Sinopse: Fora do radar como lutator de rua, Jason Bourne (Matt Damon) é surpreendido por Nicky Parsons (Julia Stiles), que o procura oferecendo novas informações sobre seu passado. Inicialmente resistente, ele acaba voltando aos Estados Unidos para continuar a investigação e entra na mira do ex-chefe Robert Dewey (Tommy Lee Jones), que teme mais um vazamento de dados. Dentro na CIA, no entanto, a novata Heather Lee (Alicia Vikander) acredita que tentar recrutar Bourne para a agência seja a melhor solução.

Matt Damon retorna para a franquia “Jason Bourne” depois que o último filme não deu muito certo (“O Legado Bourne”, com Jeremy Renner como protagonista). Com muita ação e luta, nos sentimos novamente imersos ao tipo de filme de espionagem que nos acostumamos a ver nas produções anteriores e vale a pena!

O que podemos destacar no filme é que, quanto mais Jason Bourne vai lembrando de seu passado, mais forte fica a decisão de não voltar a ser a máquina assassina que foi transformado (apesar de matar tantos para chegar a seus objetivos, mas que podemos dizer que seria em legítima defesa). Esse tipo de decisão sempre tem seu preço, que vem de várias formas, e no caso de Jason é a solidão.

O grande problema sofrido pelo protagonista é a falta de um objetivo de vida, algo que realmente valha a pena. Muitos hoje passam por isso e, pior, não encontram auxílio em lugar algum.

Neste momento, cabe a cada um de nós auxiliar a estes que sofrem, apresentando o melhor caminho para a solução do problema: Jesus Cristo, Aquele que nos dá a força necessária para enfrentar as dificuldades. Não foi à toa que o Papa Bento XVI assim se manifestou em uma homilia realizada em Cuba:

“Com a firme convicção de que a verdadeira medida do homem é Cristo e sabendo que n’Ele se encontra a força necessária para enfrentar toda a provação, desejo anunciar-vos abertamente o Senhor Jesus como Caminho, Verdade e Vida. N’Ele todos encontrarão a liberdade plena, a luz para compreender profundamente a realidade e transformá-la com o poder renovador do amor.”

Tenhamos isso em mente para nossas vidas e para aqueles que encontrarmos em nossa caminhada.

Sobre o filme, vale conferir tranquilamente, ainda mais para quem é fã de filmes de espionagem, ação ou apenas da franquia Jason Bourne.

CONFERIR2

Ficha técnica:

Gênero: Ação
Direção: Paul Greengrass
Roteiro: Christopher Rouse, Matt Damon, Paul Greengrass
Elenco: Alexander Cooper, Alicia Vikander, Amy De Bhrún, Ato Essandoh, Attila G. Kerekes, Daniel Eghan, Dino Fazzani, Graham Curry, Jamie Hodge, Julia Stiles, Marla Aaron Wapner, Matt Damon, Neve Gachev, Paul Terry, Riz Ahmed, Scott Shepherd, Tommy Lee Jones, Vincent Cassel, Vivian Yoon Lee
Produção: Frank Marshall, Gregory Goodman, Matt Damon, Paul Greengrass
Trilha Sonora: David Buckley, John Powell
Duração: 123 min.
Ano: 2016
País: Estados Unidos
Estreia: 28/07/2016 (Brasil)
Distribuidora: Universal Pictures
Estúdio: Universal Pictures
Classificação: 14 anos
Informação complementar: Baseado nos personagens criados por Robert Ludlum.

 

 

(via Projeções de Fé)

Tags:
Cinema