Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Um banho de amor: policial salva bebê achado imundo em carro dirigido por mãe bêbada

West Virginia State Police Princeton Detachment
Compartilhar

O sorriso puro do bebê encanta e derrete qualquer um - mas esconde a situação tristíssima e revoltante que ele tinha vivido até poucas horas antes

Este é um caso que desperta sentimentos desencontrados: de comoção e carinho, por um lado, e de indignação e pena, por outro.

O sentimento positivo surge imediatamente ao se bater o olho na foto de um policial que dá banho em um bebê na pia da cozinha. A foto está viralizando na internet. O sorriso inocente e puro do bebê que brinca com o policial encanta e derrete qualquer um – mas esconde a situação tristíssima e revoltante que o pequeno tinha vivido até poucas horas antes.

Os policiais Graham e Trooper haviam flagrado uma mulher que dirigia alcoolizada pela cidade de Princeton, no Estado norte-americano da Virgínia Ocidental. O que já era lamentável se tornou ostensivamente aberrante quando, no banco de trás, eles encontraram o bebê, imundo, envolto em vômito, fezes e urina, amarrado e sem segurança.

Eu também sou pai. Eu não podia deixar o bebê ficar lá nas próprias fezes, urina e vômito“, afirmou Graham. “Então eu o peguei, coloquei na pia, limpei e tentei fazê-lo se sentir um pouco melhor“.

O oficial responsável, T. Baylous, declarou que não há nada de incomum no gesto do policial.

Eu acho que as ações desses agentes são típicas daqui. O coronel Smithers incentiva os nossos soldados a servirem à comunidade, além de protegê-la. Ele diz isso mesmo, que nós devemos servir“.

O bebê está agora sob tutela de assistentes sociais. A mãe biológica, cuja identidade não foi revelada, responderá por maus tratos. Ela foi liberada após pagar fiança.

Aos policiais, e a todos os que vão além do básico na hora de proteger a dignidade de uma pessoa humana, um milhão de agradecimentos e de parabéns. Que Deus os abençoe!

Que Deus abençoe o bebê – e encha cada vez mais de amor o seu coração e de sorrisos o seu rosto, bem como o coração e o rosto de tantos outros bebês e crianças que sofrem absurdas situações semelhantes!

Que Deus ilumine a mãe – e que ela abra a consciência para a Sua Luz e se torne mais do que apenas mãe biológica. Que ela seja mãe!

E que Deus abençoe a todos nós, para começarmos a lamentar menos e amar mais. É só disso que o mundo precisa. É só disso que esse bebê precisa. É só disso que nós próprios precisamos.

baby2
West Virginia State Police Princeton Detachment