Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sábado 13 Agosto |
São Ponciano
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Zygmunt Bauman fala sobre a vida online e a incerteza contemporânea

Zygmunt Bauman

UOC_Universitat

Zygmunt Bauman<br /> <br />

Daniel R. Esparza - publicado em 06/09/16

O famoso sociólogo polonês afirma que a pessoa contemporânea urbana vive em dois mundos: o online e o offline

O sociólogo e filósofo polonês Zygmunt Bauman, autor da noção de “modernidade líquida” (a condição de fragilidade, vulnerabilidade e mudança constante da contemporaneidade, que transforma a vida em um contínuo cenário de incertezas), afirma que a pessoa contemporânea urbana vive em dois mundos, claramente diferenciados: o online e o offline.

A incerteza contemporânea, diz Bauman, esse sentimento de não saber o que vai acontecer, a perda de estabilidade no emprego, emocional, psicológica, profissional, gera impotência e falta de autoestima na pessoa contemporânea. Este estado de espírito, continua o sociólogo e filósofo, torna a pessoa “agressiva, brutal em sua relação com os outros”. Portanto, o uso dos avanços tecnológicos, que deveriam ser usados para construir pontes de comunicação, em vez de ampliar nossas fronteiras, tem ajudado a estabelecer pequenas reservas, que o sociólogo chama de “câmaras de ecos” ou “sala de espelhos” .

Os mundos online e offline, diz Bauman, são paralelos, mas diferentes. No online, podemos evitar de encontrar o que não gostamos, o que nos é estranho, diferente, conflitante: bloquear, deixar de seguir, ou eliminar, assim, “as sensações desagradáveis desaparecem”.

Já no mundo offline, “quando você anda na rua no Rio de Janeiro, em Buenos Aires, em Veneza ou em Roma, você não pode evitar de encontrar a diversidade das pessoas. É preciso negociar a convivência”.

Esta convivência, Bauman explica, baseia-se na arte do diálogo, que implica “uma verdadeira intenção de entender uns aos outros e viver juntos em paz, graças a nossas diferenças e não apesar delas”.

A colaboração para superar os problemas de convivência, insiste o sociólogo, conduz a um enriquecimento mútuo. Um recado tanto para a realidade virtual como a concreta.

Para ler a entrevista completa do filósofo ao El Clarín, basta clicar aqui.

Tags:
ComunicaçãoInternetRedes sociais
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia