Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Qual a melhor hora de apresentar o(a) namorado(a) para a família?

Compartilhar

Mais do que um prazo, o importante é ter clareza sobre a seriedade da relação e o desejo de oficializar o romance diante dos parentes

Enfim, um amor. Uma pessoa com quem podemos contar e planejar o futuro. Mas, antes de apresentar seu namorado para a família, é importante tomar alguns cuidados. O Sempre Família conversou com Rosana Braga, consultora do ParPerfeito, além de psicóloga e escritora. Nessa entrevista ela sugere a melhor forma de fazer essa apresentação e como planejar para que seu par se sinta à vontade.

Nessas respostas, Rosana oferece orientações para pessoas adultas, com condições ou maturidade suficientes para fazer escolhas e arcar com elas. “Se o casal é de adolescentes, as regras válidas são as dos pais e familiares mais próximos, ou seja, aqueles que se responsabilizam pelos adolescentes. A liberdade deve sempre vir junto com a responsabilidade e, por mais maduro e responsável que seja um adolescente, a supervisão de seus pais é fundamental”, diz Rosana.

1) O que deve ser levado em consideração antes de apresentar a pessoa para a família?

Antes de mais nada, é importante lembrar que cada pessoa tem seu próprio jeito de ser e seu próprio ritmo nos relacionamentos. Além disso, as famílias também têm dinâmicas, valores e regras bastante diferentes, que estão relacionadas a múltiplos fatores. Diria que esses são os dois primeiros pontos a serem considerados. Cada um sabe a família que tem! Fazer algumas perguntas pode ajudar muito a refletir para decidir sobre apresentar ou não essa pessoa para a família agora. Tais como: “eu realmente pretendo investir nesse relacionamento?”, “essa pessoa tem se adequado ao que eu busco para o meu futuro e para o futuro do relacionamento que mantenho com a minha família?”.

2) Como deve ser planejado esse momento? A família deve opinar? Ou isso deve ser organizado e preparado pelo casal?

Penso que, por ser um primeiro encontro, o melhor é que a família seja avisada antes da chegada do par. Claro que o parceiro também deve ser informado, já que essa inclusão acontece de forma muito mais agradável quando o casal já conversou sobre o assunto. Afinal de contas, incluir o relacionamento na família e vice-versa tende a ser um forte indicativo de compromisso para a maioria das pessoas. Mas, sobretudo, a decisão sobre qualquer coisa que se refira ao relacionamento é sempre do casal. Qualquer opinião de terceiros pode ser analisada e considerada, mas se tomada como decisão final, sem que esteja de acordo com os reais sentimentos e desejos da pessoa em si, tende a causar sofrimento e arrependimentos futuros.

3) Qual a ocasião ideal para apresentar o novo namorado? Por quê?

A ocasião ideal é uma percepção muito particular, considerando tudo o que já foi dito sobre a dinâmica familiar de cada um. Mas, em geral, festas familiares, como casamentos ou aniversários tendem a ser boas oportunidades para essa apresentação, já que se trata de um ambiente alegre, leve, onde a maioria da família está presente. Mas se a pessoa deseja que essa ocasião seja muito especial, então o ideal é preparar um jantar e fazer da chegada do par o motivo mais importante da reunião familiar.

4) Em que situação é melhor evitar apresentar essa pessoa? Por quê?

Em situações em que o clima está tenso por quaisquer motivos, tais como doenças familiares, velórios ou brigas. As pessoas não estarão abertas e dispostas a abrir espaço para desconhecidos. Afinal, a primeira impressão é importante e essa seria uma primeira impressão bastante constrangedora.

5) Quanto tempo o casal deve aguardar para apresentar o namorado para a família?

Isso depende de cada casal. O tempo é menos importante que a intensidade e a intenção de cada casal. Além disso, essa também é uma questão que depende muito dos valores de cada família. Vale considerar que se uma pessoa costuma ser do tipo “fogo de palha”, ou seja, vive se interessando e se desinteressando rapidamente pelas pessoas, o melhor é esperar um tempo mínimo para apresentar o novo namorado à família. Caso contrário, tenderá a perder o crédito e a disposição deles para acolher novos parceiros.

6) Qual acordo ou conversa o casal deve ter antes disso acontecer?

Tudo o que o casal considerar que pode atrapalhar o grande dia deve ser conversado previamente. É preciso tomar cuidado para não tentar antecipar e prever tudo pode tirar do outro a oportunidade de ter suas próprias impressões.

 7) Quais orientações você daria para esse momento?

Clareza e consciência. Ou seja, é importante que a pessoa que decida apresentar seu par à família tenha claro para si mesma o motivo pelo qual está fazendo isso, especialmente quando a família é muito exigente. Sabemos que existem famílias bem liberais e que não dão peso a esse tipo de evento, mas se esse não for o caso, é importante que a decisão seja tomada com segurança para que possíveis interferências não sirvam para criar sentimentos desgastantes e desnecessários.

 

 

(via Sempre Família)