Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Julho |
São Botvido
home iconEstilo de vida
line break icon

5 dicas surpreendentemente simples para tornar os seus filhos mais criativos

Gelsomino Del Guercio - publicado em 21/09/16

Psicóloga italiana do Hospital Menino Jesus: “Não sepultem os desejos dos pequenos”

Como estimular a criatividade das crianças? Psicólogos e especialistas em desenvolvimento infantil sugerem deixar de lado as ansiedades e o excesso de atenção e dar mais liberdade às crianças para que elas mesmas descubram o que realmente lhes interessa.

Ser adulto significa ocupar o próprio tempo com atividades que nos fazem felizes. E é isto o que você tem que ensinar aos seus filhos“, afirma Lyn Fry, psicóloga infantil de Londres, sobre o sentido da preparação que os pais devem dar às crianças.

Segundo o psicanalista Adam Phillips, a “capacidade de se aborrecer permite que a criança cresça“, já que o tédio torna possível contemplar a vida e analisá-la, em vez de ir passando por ela sem parar para pensar sobre aquilo que acontece. Para ele, as crianças precisam dispor de tempo livre para descobrirem do que realmente gostam e o que lhes interessa mais. O tédio é fundamental para essa descoberta.

A Dra. Cristiana De Ranieri, psicóloga clínica do Hospital Bambino Gesù, de Roma, respondeu à Aleteia com algumas dicas úteis para estimular a criatividade das crianças.

Os nossos filhos, muitas vezes, têm uma vida superocupada. A simples ideia de que eles possam experimentar momentos de tédio e de vazio apavora os pais. Os pais acham que isto seria um sinal de negligência, um não-preenchimento da vida das crianças. Mas se as crianças têm tudo, elas ativam com menos frequência atividades cognitivas como o desejo, a curiosidade“.

Eis as dicas práticas da especialista:

1) “Sim” ao tédio!

Ter a chance de ficar entediado ajuda o seu filho a crescer. Os momentos de tédio estimulam a mente a procurar algo que rompa a chatice, a encontrar algo interessante, estimulando assim o desejo e, portanto, colocando a mente em movimento.

2) Coisas simples

As crianças se “recarregam” fazendo coisas pouco programadas, pouco estruturadas, banais. Um exemplo? Brincar com a vovó, desenhar, redescobrir brinquedos velhos que estavam esquecidos num canto… e até ficar vários minutos simplesmente sem fazer nada.

3) Não ter medo dos tempos livres

A criança tem uma dimensão de tempo diferente da nossa. Ela acolhe com interesse os estímulos e os pais precisam lhes dar condições de perceber esses estímulos. Para isso, os tempos livres são fundamentais.

4) O que você gosta de fazer?

Igualmente fundamental é estimular a criança a pensar no que ela gostaria de fazer. Isso a encoraja a descobrir o que lhe interessa, sem programações nem orientações prévias.

5) Fazer juntos

Muitos pais compram brinquedos de todos os tipos para seus filhos… Mas não brincam com eles! É necessário dar às crianças a oportunidade de estar com os pais também na hora de brincar, compartilhando com eles experiências agradáveis.

INTELIGÊNCIA E ESTÍMULOS

A criança que treina a mente dessa forma é mais esperta do que as outras?

A psicóloga observa: “Não é a ‘quantidade’ de inteligência que distingue as crianças, mas a ativação de ‘gatilhos emocionais’ ou motivacionais diferentes. Com certeza, estimular atividades intelectuais e mentais diferentes é um incentivo para o desenvolvimento de uma inteligência mais flexível e mais ativa“.

É claro que não se pode deixar a criança o tempo todo sem fazer nada, ou só fazendo o que ela quer. Os pais devem proporcionar aos filhos um amplo acesso a experiências formativas e enriquecedoras, que incluam atividades físicas, esportes em grupo, muita vida em família, muita e generosa interação com outras crianças, convivência com pessoas idosas, contato com animais de estimação e com a natureza, incentivos à linguagem e ao aprendizado espontâneo de idiomas, brincadeiras que estimulem o conhecimento e o raciocínio, contato com a espiritualidade… O que não se pode é sobrecarregar as crianças a ponto de sufocá-las, privando-as de tempo livre e… de tédio!

Tags:
FilhosPaternidadeVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
3
Ítalo Ferreira
Reportagem local
Ouro no surfe em Tóquio, Ítalo Ferreira reza todos os dias às 3h ...
4
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
5
CONFESSION, PRIEST, WOMAN
Julio De la Vega Hazas
Por que não posso me confessar diretamente com Deus?
6
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
7
Anna Gębalska-Berekets
O que falar (e o que não falar) a um ente querido com câncer
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia