Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 24 Junho |
São Rumoldo
home iconAtualidade
line break icon

EUA ajudam aliados do Sudeste da Ásia a enfrentar o grupo EI

Agências de Notícias - publicado em 22/09/16

Os Estados Unidos ajudam seus aliados do Sudeste da Ásia para evitar que o grupo Estado Islâmico (EI) se consolide na região, disseram altos funcionários do Pentágono nesta quinta-feira (22).

O grupo extremista já está presente em vários países dessa área, como Malásia, Indonésia, Cingapura e Filipinas, e as autoridades se preocupam tanto com os ataques internos como com os cidadãos que viajam para Síria e Iraque para se unirem ao EI.

O general Joe Dunford, chefe do Estado Maior Conjunto dos Estados Unidos, disse ao comitê dos Serviços Armados do Senado que Washington está ajudando seus aliados compartilhando inteligência e informação sobre grupos extremistas.

“Tentamos trabalhar com eles para desenvolver uma forma em que possamos compartilhar informação e inteligência”, disse Dunford em uma audiência diante do comitê.

“Trabalhamos junto com nossos aliados e, francamente, o limite do apoio que concedemos é, muitas vezes, o que eles estão dispostos a aceitar politicamente”, acrescentou.

O secretário de Defesa americano, Ashton Carter, disse que na semana que vem irá se reunir com ministros do ramo em uma cúpula no Havaí, e que o grupo EI será um dos assuntos do encontro.

“O Sudeste asiático claramente é um lugar em que (o EI aspira) se expandir”, indicou Carter.

Alguns militantes islamistas nas Filipinas liberaram nesta quinta-feira um marinheiro indonésio sequestrado no mar, apenas alguns dias depois de libertar um norueguês e outros três indonésios capturados.

Os sequestradores pertenciam a Abu Sayyaf, uma fraca rede de combatentes que jurou lealdade ao EI, ainda que os analistas digam que o grupo se centra, sobretudo, nos sequestros para obter dinheiro, mais do que na ideologia religiosa.

Na Indonésia, o país com mais muçulmanos do mundo, houve um aumento de ataques e tentativas de ataque no último ano devido ao aumento da influência do EI.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
BABY GIRL
Mathilde de Robien
12 nomes de meninas cujo significado é ligado a Deus
2
Lucía Chamat
A curiosa foto de “Jesus” que está comovendo a Colômb...
3
CARLO ACUTIS
Francisco Vêneto
Corpo incorrupto: quais foram os tratamentos aplicados ao rosto d...
4
Aleteia Brasil
O dia em que os cães farejadores detectaram Alguém vivo no Sacrár...
5
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
6
lenda São Cipriano Santa Justina
Aleteia Brasil
São Cipriano era mesmo bruxo?
7
COMMUNION
Philip Kosloski
Antes da Comunhão, reze este ato de fé na presença real de Cristo
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia