Aleteia logoAleteia logoAleteia
Segunda-feira 29 Novembro |
São Saturnino de Cartago 
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Menina de 1 ano e meio morre de fome na Venezuela por duas mentiras e uma omissão

Carlos Ruiz/ Alfa y Omega

Alfa y Omega - publicado em 22/09/16

A morte da pequena e esquelética Stephanie não vai interpelar as consciências falsas

Faz alguns dias que enterramos a Stephanie. Ela tinha um ano e meio. É a menina que aparece na foto, sentada ao lado de um de seus irmãos. Morreu de fome em um dos países com mais recursos naturais do mundo. A dor da família e da comunidade se aprofundou porque a burocracia estatal obrigou o seu corpinho de bebê a ficar cinco dias em decomposição no barraco em que morava com a mãe e as outras crianças que aparecem na imagem.

As falsas consciências não se sentirão interpeladas por este assassinato: diluirão a sua responsabilidade na inconsciência dos pais de Stephanie: “tiveram filhos demais”. A morte de Stephanie, porém, obrigará todos nós, especialmente os cristãos acomodados, a prestar contas diante do Senhor, o Juiz da história.

Enquanto transportávamos o caixãozinho branco de Stephanie até o cemitério em um carro emprestado, eu não podia deixar de pensar nos seus restos famélicos, que evidenciavam duas mentiras assassinas e uma gravíssima omissão.

A primeira mentira éperpetrada pela narcoditadura chavista, que frustrou as esperanças de tantos venezuelanos empobrecidos manipulando a sua raiva diante das tantas injustiças padecidas a fim de perpetuar no poder os grupos criminosos que estão saqueando a Venezuela em proporções nunca vistas.

A segunda mentira é a do sistema capitalista que domina o mundo há mais de um século e que só se interessou por esta pátria para saqueá-la, apoiando-se na oligarquia crioula e gerando índices de desigualdade e exploração assombrosos. É o mesmo imperialismo internacional que agora quer se apresentar como a solução com as ilusões de sempre: “investimento estrangeiro, acesso ao crédito, competitividade”… miragens que só significam livre acesso para comprar o pouco que resta da Venezuela a preço de banana.

Mas a Stephanie também foi assassinada por uma omissão. A omissão dos católicos. Os daqui e os de fora, que ainda não cultivam a caridade política apesar de o Magistério não se cansar de exigi-la.

É evidente que, majoritariamente, nos deixamos permear por um espiritualismo escapista neoprotestante. Preferimos uma fé acomodada e tranquilizadora em vez da fé que reluz nas bem-aventuranças. O resultado está aqui: milhares, centenas de milhares de Stephanies sacrificadas dia após dia. Tende misericórdia, Senhor. Me perdoa, Stephanie.

Carlos Ruiz

Movimento Cultural Cristão

___________________

De original publicado no site Alfa y Omega

Tags:
criseFilhosfomeIdeologiaMorteMundoPobreza
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia