Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Julho |
Santos Abdon e Sénen
home iconAtualidade
line break icon

Americano pode ter contraído zika através de suor ou lágrimas de pai infectado

Agências de Notícias - publicado em 30/09/16

Um americano de 38 anos pode ter sido infectado pelo vírus zika através das lágrimas ou do suor do seu pai moribundo, disseram pesquisadores, no que seria o primeiro caso documentado de uma transmissão desse tipo, se for confirmado.

O homem, do estado de Utah (oeste), ficou doente depois de ajudar a cuidar do seu pai, de 73 anos, que foi hospitalizado em junho com zika depois de ter sido infectado durante uma viagem ao México.

Foi descartado que o contágio do filho tenha ocorrido pelos métodos de transmissão conhecidos – através da mordida de um mosquito infectado ou do contato sexual com uma pessoa infectada -, de acordo com um estudo de caso publicado na quarta-feira no The New England Journal of Medicine.

Ele havia enxugado as lágrimas do pai e ajudado uma enfermeira a reposicioná-lo na cama sem usar luvas, disse o jornal. Além disso, não teve contato com o sangue de seu pai ou com outros fluidos corporais.

Testes encontraram uma concentração anormalmente elevada do vírus zika no sangue do pai, mais de 100.000 vezes maior do que os níveis encontrados em outros pacientes, de acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos.

O alto nível poderia explicar “como o segundo paciente pode ter contraído o vírus pelo contato casual do paciente primário, o primeiro caso documentado deste tipo”, segundo um comunicado da Escola de Medicina da Universidade de Utah, onde ambos os pacientes foram tratados.

Os pesquisadores não sabem por que os níveis de zika no sangue do pai eram tão altos, mas especulam que poderia ser porque ele já havia contraído dengue.

Algumas pesquisas sugerem que infecções anteriores pelo vírus da dengue podem piorar uma infecção pelo zika, afirmou o jornal Washington Post, citando Sankar Swaminathan, especialista em doenças infecciosas da Universidade de Utah.

O pai também havia sido submetido a uma terapia de radiação um mês antes devido a um câncer de próstata, e estava recebendo terapia hormonal antiandrógeno, mas não tinha um sistema imunológico comprometido antes de adoecer pelo zika, disse o estudo do caso.

O pai morreu depois de quatro dias no hospital. Trata-se da primeira morte relacionada com o zika nos Estados Unidos.

O filho logo depois ficou doente, apresentando sintomas leves da zika, mas se recuperou após cerca de uma semana.

Na maioria dos casos, a infecção pelo zika passa despercebida ou provoca apenas sintomas leves, como febre e erupção cutânea. O vírus é, porém, particularmente perigoso para mulheres grávidas, visto que pode causar malformações congênitas em fetos em desenvolvimento, como a microcefalia.

“Este caso raro está nos ajudando a entender o espectro completo da doença e as precauções que podemos precisar tomar para evitar a transmissão do vírus de uma pessoa para outra, em situações específicas”, disse Swaminathan, em uma nota de imprensa da Universidade de Utah.

“Este tipo de informação poderia nos ajudar a melhorar os tratamentos para o zika, enquanto o vírus continua se espalhando por todo o mundo e dentro de nosso país”, acrescentou.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia