Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Aleteia

“…mas, um dia, mamãe vai esquecer o meu nome…”: filhos fazem vídeo emocionante sobre Alzheimer da mãe

alzheimer família Ryan
The Alzheimer Society of Ireland / YouTube
Compartilhar
Comentar

De partir o coração, um pedido de ajuda para quem vai ver o tempo lhe apagar as memórias, a autonomia, a saúde... e a vida

A Doença de Alzheimer é uma ameaça silenciosa e cruel que, sem cura por enquanto, vai apagando com o tempo, em quem a sofre, as memórias, a autonomia, a saúde… a vida.

Essa dolorosa provação também atinge com força os familiares do doente, que assistem impotentes ao drama de alguém a quem amam sem conseguirem impedir o avanço da enfermidade.

É o caso, comovente, de uma família irlandesa: Kathy, a mãe dos irmãos Matt e Andrew Ryan, foi diagnosticada com Alzheimer. O estágio ainda não é grave, mas todos eles já sabem qual é o tamanho do desafio que o futuro lhes reserva.

O vídeo:

Foi diante desta perspectiva que eles fizeram o singelo, mas profundamente emocionante vídeo que você vai ver agora:

* Se o vídeo não estiver aparecendo nesta página, revise as configurações do seu navegador ou veja-o no YouTube acessando por aqui.

Tradução dos textos:

Esta é a nossa mamãe

A mamãe nunca esqueceu o meu aniversário…
A mamãe nunca esqueceu de torcer por nós ali do lado…
A mamãe nunca esqueceu de colocar algo especial em nossa lancheira…
A mamãe nunca esqueceu de escutar, e sempre ouviu até as palavras nunca ditas…
Nunca esqueceu de sorrir…

Mas um dia…
A mamãe vai esquecer o meu aniversário…
A mamãe vai esquecer o meu nome…
A mamãe vai esquecer que eu sou Andrew, filho dela,
A mamãe vai esquecer que ela tem Alzheimer…

Mas nossa mãe merece:
Ser lembrada mesmo quando tiver se esquecido de si mesma

Amor, respeito e dignidade: ela ainda é mãe, filha, irmã e amiga!

O apoio e cuidado de que ela precisa para viver em nosso lar durante todo o tempo que ela puder…

O vídeo termina pedindo que as pessoas acessem o site http://www.alzheimer.ie, da Associação de Alzheimer da Irlanda, e assinem a petição para que o governo daquele país invista em cuidados domésticos para as pessoas que sofrem essa doença.