Aleteia logoAleteia logoAleteia
Quarta-feira 07 Dezembro |
Bem-aventurado Janos Scheffler
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Suécia cria crime de estupro on-line pela Internet

The Real Truth About Child Sex Abuse allthecolor – pt

ALLTHECOLOR CC

Agências de Notícias - publicado em 05/10/16

A Suécia reprimirá severamente os abusos sexuais a crianças na Internet, consagrando o crime de estupro on-line, que poderá levar até dez anos de prisão – de acordo com um relatório de uma comissão de revisão penal entregue nesta quarta-feira (5) pelo governo.

“As agressões sexuais cometidas a distância – via Internet, por exemplo – devem ser classificadas da mesma forma que se as pessoas (agressor e vítima) estivessem no mesmo lugar”, argumentou a comissão.

Futuramente, serão castigados os atos sexuais “cometidos por uma pessoa, se não participa voluntariamente, com ela mesma, ou com uma terceira pessoa”, propôs.

Entre os exemplos, um menor de idade que toca suas partes íntimas guiado por um agressor.

Essa nova disposição tornará possível reconhecer o estupro, caso aconteça com uma webcam escondida, por proposição nas redes sociais, ou por telefone.

A reforma tem como objetivo os agressores de menores de 15 anos, que escapam atualmente de sanções mais duras do que as previstas no Código Penal sueco. Nesses casos, a legislação contempla apenas “exploração com fins pornográficos”.

Também será aplicado a vítimas maiores de idade, mesmo nos casos em que o uso da força, ou a ausência de consentimento, seja difícil de ser provado. Para os menores de idade, o uso da força e a ausência de consentimento continuam sendo aplicados.

A utilidade de estabelecer esse crime foi ressaltada por um processo contra um homem de 45 anos, que obrigou menores a tirar a roupa e a se masturbarem no Skype. Ao todo, 114 dessas vítimas, com idades entre 10 e 15 anos, apresentaram queixa. Espera-se o veredicto em outubro.

A nova legislação detalhará a noção de consentimento à relação sexual e suprimirá a classificação de “estupro”, conservando somente a de “agressão sexual”, com diferentes graus de gravidade. A pena máxima por estupro, atualmente de seis anos de prisão, subirá para dez.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

PT300x250.gif
Oração do dia
Festividade do dia





Envie suas intenções de oração à nossa rede de mosteiros


Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia