Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 02 Março |
Santa Inês de Boêmia
home iconEstilo de vida
line break icon

Pai resiste a câncer terminal só para poder segurar no colo o filho recém-nascido

Cagney Wenk

Aleteia Brasil - publicado em 06/10/16

O que os médicos não lhe disseram, nem previram, é que o amor é mais forte que as estatísticas

Qual é o preço que vale o instante em que um pai pega no colo, pela primeira vez, na maternidade, o seu bebezinho recém-nascido?

Era esse o instante sublime, impagável, incomensurável, que o jovem papai Cagney Wenk, de apenas 26 anos, lutava com todas as forças para garantir a si mesmo desde que uma notícia-bomba explodira na sua vida e na da esposa Jessica: os médicos disseram ao rapaz que ele não viveria o suficiente para ver o nascimento do próprio filho e segurá-lo no colo.

Cagney tinha câncer terminal no cérebro.

O que os médicos não lhe disseram, nem previram, é que o amor é mais forte que as estatísticas.

Cagney os desafiou. Ele ia, sim, resistir. Ele ia, sim, ver seu filho nascer. Ele ia, sim, pegar seu bebê no colo. E ele deixou isto bem claro no vídeo de arrepiar que você assiste logo abaixo.

Pouco antes do nascimento do pequeno Levon, seu bravo pai Cagney, que tinha passado por três cirurgias no cérebro, estava na UTI. Não importava: assim que Levon deu sinais de que estava vindo à luz deste mundo, Cagney e Jessica puseram seu plano em ação.

Levon nasceu e Cagney fez questão de ir até o quarto, cheio de aparelhos ao seu redor, para dar as boas-vindas ao seu precioso bebê. As cirurgias estavam prejudicando a sua visão, mas Cagney pôde ouvir, emocionado, o choro de vida do seu filhinho.

Segurando a mão de Jessica, radiante com o nascimento de Levon, Cagney declarou: “Agora nós temos todo o amor no mundo em nossas mãos“.

Não perca o vídeo – e prepare-se para o momento em que Cagney ouve o seu bebê chorando:

[youtube=https://www.youtube.com/watch?v=CmKBQ-NWSQw&w=853&h=480]

Tags:
AmorBebêsCâncerDoençaFilhosGravidezMortePaternidadeVida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
2
missionárias mártires iêmen
Reportagem local
A corajosa última oração destas 4 freiras antes de serem mortas p...
3
PRAYER
Desde la Fe
Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba
4
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
5
RECONSTRUCTED CHRIST
Lucandrea Massaro
Assim era Jesus: o misterioso Homem do Sudário, reconstruído em 3...
6
Kathleen N. Hattrup
O homem que beijou a testa do Papa diz que se curou em Lourdes
7
PRAY YOUNG
Arquidiocese de São Paulo
Rezar o terço sem contemplar os mistérios é válido?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia