Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 16 Maio |
Santo Elesbão (ou São Caleb de Axum)
home iconEspiritualidade
line break icon

‘Contemplação’: como esta forma de oração me levou a um tipo diferente de paz

Adam Hester | Getty Images

Caucasian woman overlooking landscape

Christiana Peterson - publicado em 07/10/16

Quando eu comecei a praticar a oração contemplativa para lidar com minha depressão pós-parto, eu percebi que não precisava de uma disciplina que me ajudasse a evitar o sofrimento no mundo

Após o nascimento do meu terceiro filho eu lutava, como muitas mulheres, contra a depressão pós-parto e a ansiedade. O sofrimento mental, que me seguia até as tarefas diárias da minha vida, me obrigou a procurar ajuda e olhar para os hábitos da minha mente.

Em conversas com conselheiros e amigos, muitos me indicavam o mindfulness . A prática do mindfulness tem-se tornado cada vez mais popular nos dias de hoje.

Não é de admirar que os recursos do mindfulness sejam tão solicitados: somos inundados de tragédias 24 horas por dia e não conseguimos processar tudo. Cada vez mais deixamos de viver em nossos próprios corpos e vivemos em nossos guetos.

Quando comecei a praticar mindfulness – sentada silenciosamente com os olhos fechados, deixando meus pensamentos irem embora – eu estava à procura de paz e calma. Mas logo percebi que não era o suficiente para mim. Eu queria uma prática espiritual que estivesse enraizada na fé cristã. Comecei a ler alguns escritores católicos, como Henri Nouwen, Richard Rohr, Thomas Merton e santos que viveram vidas contemplativas de oração.

Mas isso era um caminho para mim? Afinal, eu era uma mãe e não uma freira. Eu poderia praticar a oração contemplativa?

O que exatamente é a “oração contemplativa”?

Beautiful young woman enjoying the rain in a garden decorated with eyes closed sits wooden table
Comaniciu Dan/ Shutterstock.com

(Clique abaixo para continuar na página 2)

  • 1
  • 2
Tags:
DepressãoIgrejaMeditaçãoOraçãoPaz
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Lucía Chamat
A curiosa foto de “Jesus” que está comovendo a Colômb...
2
Philip Kosloski
5 revelações surpreendentes do “terceiro segredo” de ...
3
Nossa Senhora de Fátima pede rezar o terço
Padre Reginaldo Manzotti
As 3 principais atitudes que Nossa Senhora de Fátima nos pediu
4
Soutane de Jean Paul II/attentat
Marzena Wilkanowicz-Devoud
Onde está a batina manchada de sangue de João Paulo II?
5
Nossa Senhora de Akita
Reportagem local
O grave alerta de Nossa Senhora de Akita sobre o maligno infiltra...
6
Irmã Lúcia, de Fátima, e o Papa São João Paulo II
Francisco Vêneto
O terço “funciona”, garante a Irmã Lúcia, de Fátima: ...
7
FATIMA
Reportagem local
Uma carta da Irmã Lúcia, vidente de Fátima, sobre a grandiosidade...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia