Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Meninos com Down abrem a própria empresa de pizzas e fazem o maior sucesso

Compartilhar

Uma história que dá muito gosto de ler e compartilhar!

Muitos jovens têm ideias inovadoras e uma vontade enorme de trabalhar. Assim, eles saem em busca de seus objetivos e acabam muitas vezes dando certo no mercado de trabalho. Um exemplo claro é a história que você verá abaixo, que são daquelas que dá muito gosto de ler e compartilhar.

Uma empresa chamada Los Perejiles, em San Isidro, na Argentina, prepara pizzas e empanadas para eventos e vem chamando atenção de muita gente.

Você liga, eles vão até onde a festa irá acontecer, cozinham e depois ainda deixam tudo limpinho! O melhor de tudo, é que a vontade de trabalhar e a alegria em fazer seu ofício é simplesmente contagiante!

A ideia veio de seis jovens com Síndrome de Down, que tinham muita vontade de trabalhar, mas não conseguiam vagas adequadas no mercado. Então, eles resolveram ter o seu próprio negócio. Assim fizeram, se lançaram no mercado e apenas dois meses depois de divulgarem suas habilidades, eles já tinha 24 eventos marcados.

Além de tudo, os meninos têm a colaboração de dois profissionais de um trailer chamado “Sumando”, o qual trabalham com pessoas com Síndrome de Down. Um dos professores voluntários desse trailer, Telam Lopez, foi um dos gestores desse projeto audacioso.

Los Perejiles começou a nascer quando expomos para as mães desses meninos as dificuldade do trabalho, porque os meninos estavam indo para um colégio especial onde os formam supostamente para o mercado de trabalho, mas logo eles acabam parando por ali mesmo”, explicou.

Junto de outro professor, Kevin Degirmenci, foi nesse trailer que os meninos aprenderam a se desenvolver de maneira mais efetiva, dentro e fora de casa. “Aqui temos crianças que não sabiam fazer nem um sanduíche para sua merenda, cruzar a rua ou fazer os afazeres domésticos; alguns tiveram aos 20 anos uma chave de casa”, conta Kevin.

Sem dúvida alguma, uma das grandes virtudes dessa empresa é a organização. A cada evento que são contratados, os Prejiles já chegam com seus utensílios e ingredientes. As tarefas são distribuídas entre os cozinheiros oficias e os garçons. Todas as festas onde trabalham, não existem perguntas desnecessárias ou olhares que tratam os meninos de maneira diferente.

no Facebook.

Uma das maiores lições que esses jovens dão é que não existe limites para suas habilidades e que eles não precisam da piedade alheia, mas sim, oportunidade para mostrar seus talentos.

Você pode acompanhar a história deles em sua página no Facebook.

 

Fotos: Reprodução

(via Best of Web)