Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Receba o nosso boletim

Aleteia

Para conhecer Jesus são necessárias três coisas, diz o Papa

© Antoine Mekary / ALETEIA
Pope Francis leads his weekly general audience in St. Peter's Square in Vatican City, October 12, 2016. © Antoine Mekary / ALETEIA
Compartilhe este artigo para ter a chance de ganhar uma peregrinação a Roma
Compartilhar
Compartilhei
Compartilhamentos

Não se conhece Jesus somente com o catecismo, afirmou Francisco

Para conhecer realmente Jesus precisamos de oração, adoração e reconhecer-nos pecadores. Foi o que disse o Papa Francisco na Missa matutina (20/10) na Casa Santa Marta. O Pontífice destacou que o catecismo não é suficiente para compreender a profundidade do mistério de Cristo.

Francisco desenvolveu sua homilia partindo da Carta de São Paulo aos Efésios. O Apóstolo dos Gentios, observou ele, pede que o Espírito Santo dê aos Efésios a graça de “serem fortes, robustos”, que faça de modo que Cristo habite em seus corações. Ali está o centro”.

Não se conhece Jesus somente com o catecismo, é preciso rezar

O Papa observou que Paulo “se imerge” no “mar imenso que é a pessoa de Cristo”. Mas como podemos conhecer Cristo?”, questionou Francisco. Como podemos compreender “o amor de Cristo que supera todo conhecimento”?:

“Cristo está presente no Evangelho, lendo o Evangelho conhecemos Cristo. E todos fazemos isso, pelo menos ouvimos o Evangelho quando vamos à Missa. Com o estudo do catecismo: o catecismo nos ensina quem é Cristo. Mas isso não é suficiente. Para ser capaz de compreender qual é a largura, o comprimento, a altura e a profundidadede Jesus Cristo é preciso entrar num contexto, primeiro, de oração, como faz Paulo, de joelhos: ‘Pai, envia-me o Espírto para conhecer Jesus Cristo”.

Encontrar o Senhor no silênio da adoração

Para conhecer realmente Cristo, “é necessária a oração”. “Paulo não somente reza, adora este mistério que supera todo conhecimento e num contexto de adoração pede esta graça” ao Senhor:

“Não se conhece o Senhor sem este hábito de adorar, de adorar em silêncio, adorar. Se não estou enganado, creio que esta oração de adoração seja a menos conhecida entre nós, é a que menos rezamos. Perder tempo, permito-me dizer, diante do Senhor, diante do mistério de Jesus Cristo. Adorar. Ali em silêncio, o silêncio da adoração. Ele é o Senhor e eu o adoro”.

Reconhecer-se pecadores para entrar no mistério de Jesus

O Papa disse ainda que “para conhecer Cristo é necessário ter consciência de nós mesmos, ou seja, ter o hábito de nos acusar”, de reconhecer-nos pecadores:

“Não se pode adorar sem acusar-se a si mesmo. Para entrar neste mar sem fundo, sem margens, que é o mistério de Jesus Cristo, estas coisas são necessárias: Primeira, a oração: Pai, envia-me o Espírito para que Ele me leve a conhecer Jesus. Segunda, a adoração ao mistério, entrar no mistério, adorando. E terceira, acusar-se a si mesmo: Sou um homem dos lábios impuros. Que o Senhor dê esta graça que Paulo pediu para os Efésios também a nós, esta graça de conhecer e merecer Cristo.”

(Rádio Vaticano)

Selecione como você gostaria de compartilhar.

Compartilhar
* O crédito para artigos compartilhados será fornecido somente quando o destinatário do seu artigo compartilhado clicar no URL de referência exclusivo.
Clique aqui para mais informações sobre o Sorteio da Aleteia de uma Peregrinação a Roma

Para participar do Sorteio, você precisa aceitar os Termos a seguir


Ler os Termos e Condições