Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 03 Março |
Santa Cunegundes
home iconReligião
line break icon

“Estamos com cardioesclerose e necessitamos da revolução da ternura”

© Antoine Mekary / ALETEIA

Pope Francis leads his weekly general audience in St. Peter's Square in Vatican City, October 12, 2016. © Antoine Mekary / ALETEIA

Vatican Insider - publicado em 20/11/16

Por Domenico Agasso Jr

O Papa à Cáritas: o mundo está dominado pela “cultura do descarte”, pela indiferença e pelo egoísmo (problemas “do coração”); por isso, necessitamos de uma “rebelião” com a solidariedade.

Em um mundo dominado pela “cultura do descarte” temos necessidade de uma espécie de “rebelião”. A “grande doença de hoje é a ‘cardioesclerose’”; por isso, necessitamos de “uma revolução da ternura”, disse o Papa Francisco ao falar, sem ler o discurso que tinha preparado, aos dirigentes da Caritas Internationalis. Porque a ternura “é proximidade, é o grande gesto do Pai para nós: Deus se fez próximo, se fez como nós, ele é a condescendência do Pai”.

Depois da saudação do presidente da Cáritas, o cardeal filipino Luis Antonio Tagle, o Pontífice fez uma revelação: “Eu lhe fiz uma proposta: eu estou com o discurso pronto, e ele também me disse que vocês vão ter uma cópia… uma possibilidade é que eu o leia todo, todos educados e vou embora; a segunda possibilidade é que fiquem à vontade, escutemos algumas das reflexões de vocês e façamos uma pequena conversa no restante do tempo que temos; escolhemos a segunda”. A ideia de Francisco foi recebida com um aplauso: “que comece o mais corajoso”, exortou Bergoglio.

Na conversa com os membros do conselho de representação da Caritas Internationalis, que foi recebido na Sala Clementina, o Pontífice recordou a observação de uma das representantes para o Oriente Médio e da África do Norte, uma senhora que indicou que a “consigna da ternura” que o Papa Francisco deu à Cáritas em seu primeiro encontro após sua chegada à cátedra de Pedro, mudou a perspectiva do seu serviço.

O Papa, respondendo à mulher, disse que “hoje temos necessidade de uma revolução da ternura, em um mundo no qual domina a cultura do descarte, e se eu descarto não sei o que é a ternura”. A ternura “é revolucionária, a ternura é proximidade, é o grande gesto do Pai para nós: a proximidade do seu Filho, que se fez próximo e se fez um de nós: esta – exclamou – é a ternura do Pai!”

Hoje, “na missa – prosseguiu referindo-se à homilia que fez algumas horas antes na Capela da Casa Santa Marta –, li a passagem do Evangelho de Deus que chora, chora porque se lembra do amor que tem por seu povo e que o povo não reconhece, não quer corresponder. E este momento da ternura – explicou – não é uma ideia, é a essência. Nosso Deus é Pai e também Mãe, no sentido de que Ele mesmo disse ‘que mesmo que uma mãe se esquecesse dos seus filhos, eu não me esqueceria de ti’. O maior amor é o da mãe”.

O Papa insistiu: “Ternura é proximidade, e proximidade é tocar, abraçar, consolar, não ter medo da carne, porque Deus tomou a carne humana, e a carne de Cristo são hoje os descartados, os deslocados, as vítimas das guerras”. Por isso, “as propostas de espiritualidade são muito teóricas, são formas de gnosticismo”. Hoje, “nesta “cultura do descarte”, nesta ideologia do deus dinheiro, penso que a grande doença é a ‘cardioesclerose’”.

O Bispo de Roma convidou para pensar “na Síria: ali entram muitos, os poderosos, de fora e pessoas da Síria, mas cada um persegue seu interesse. Ninguém busca a liberdade de um povo, não há amor, não há ternura, há crueldade. Onde não há ternura sempre há crueldade e o que acontece hoje na Síria é crueldade, um laboratório de crueldade”. O Papa também falou sobre a guerra na Síria durante a audiência que concedeu esta manhã ao Patriarca da Igreja assíria do Oriente, Gewargis III.

No discurso que o Papa escreveu para a ocasião se pode ler: “Na abertura do Sínodo sobre a Nova Evangelização, o Papa Bento XVI recordou que os dois pilares da evangelização são “confesio et caritas”; e eu mesmo dediquei um capítulo da Exortação Apostólica Evangelii Gaudium à dimensão social da evangelização, reafirmando a opção preferencial da Igreja pelos pobres”.

É por isso que “somos chamados a agir contra a exclusão social dos mais fracos e trabalhar por sua integração. As nossas sociedades, de fato, muitas vezes são dominadas pela cultura do ‘descarte’; necessitam superar a indiferença e a involução para aprender a arte da solidariedade. Posto que ‘nós somos fortes – disse São Paulo – temos o dever de carregar as doenças dos fracos, sem nos comprazermos a nós mesmos’”.

Tags:
PapaPapa Francisco
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
2
missionárias mártires iêmen
Reportagem local
A corajosa última oração destas 4 freiras antes de serem mortas p...
3
SAINT JOSEPH
Philip Kosloski
10 coisas sobre São José que você precisa saber
4
Kathleen N. Hattrup
O homem que beijou a testa do Papa diz que se curou em Lourdes
5
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
6
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da missa
7
PRAYER
Desde la Fe
Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia