Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Colégio na Espanha pede que pais preparem “Natal sem símbolos religiosos”

Twitter
Compartilhar

Mas que Natal seria esse?

O que seria um Natal sem Jesus? Sem presépio? Sem… Natal! O que se celebraria no “Natal” sem que fosse o nascimento de Jesus?

É isto o que se estão perguntando muitos pais de alunos do colégio Hispanidad de Elche, em Alicante, na Espanha.

O colégio pediu, mediante uma circular, que, para decorar o colégio este ano, os pais fizessem o “favor” de levar adornos “sem motivo religioso”. A circular “circulou” rapidamente pelas redes sociais, como não poderia deixar de ser, dado o absurdo da orientação cristofóbica. Aliás, vários pais acusaram o colégio de promover um “natal anticatólico”.

Mas a quem é que pode incomodar aquele Menino nascido num pobre estábulo de Belém?

A quem pode incomodar um presépio, belíssima tradição criada por ninguém menos que São Francisco de Assis para representar a Sagrada Família naquela noite luminosa em que Deus nasceu feito homem?

A quem pode incomodar a estrela de Belém, cujas 4 pontas representam os “4 cantos da terra”, norte, sul, leste e oeste, de onde vêm os povos de toda a terra para adorar a Luz que é o Filho de Deus?

A quem podem incomodar os Reis Magos, Baltazar, Melchior e Gaspar, que trazem ouro, incenso e mirra para o Menino Deus?

E a árvore de Natal, será que não incomoda também? Afinal, também ela tem uma longa história cristã – confira aqui!

E o Papai Noel, por que não incomoda igualmente aquela escola? Porque ele é laico? Acontece que até o Papai Noel tem origem religiosa! Ele é São Nicolau, bispo de Mira, na Lícia antiga, atual Turquia, e, por mais que a sua identidade tenha sido desfigurada pela mercantilização, nem sequer ele “sobraria” se o Natal pudesse mesmo ser adornado com enfeites “sem motivo religioso”.

Aliás, o que sobrasse de uma tal discriminação ideológica simplesmente não seria Natal nenhum.

Boletim
Receba Aleteia todo dia