Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Campanha vai arrecadar fundos para ajudar na manutenção do Cristo Redentor

Kirilos - CC
Compartilhar

Veja como você pode se tornar um "amigo" desse patrimônio da humanidade e símbolo do Cristianismo

A Arquidiocese do Rio de Janeiro lançou a campanha “Amigos do Cristo Redentor, Amigos de Fé” para arrecadar verbas que serão destinadas às obras de manutenção do monumento.

De acordo com a Arquidiocese, o Cristo apresenta rachaduras, infiltrações e precisa de uma coroa que funciona como para-raios. Os gastos com as obras emergenciais e as preventivas somam cerca de R$ 5 milhões por ano.

O arcebispo metropolitano do Rio, Cardeal Orani Tempesta, informou que desde 1934, a Igreja Católica  é responsável por todo o custeio de manutenção do Cristo. Para isso, conta com doações e parcerias institucionais.

O monumento tem 85 anos, mas é a primeira vez que a Igreja pede ajuda para garantir os cuidados necessários ao conforto e à segurança dos 3 milhões de visitantes de várias partes do mundo que o local recebe todos os anos.

Para saber como colaborar com a campanha, clique aqui.

 

Sobre o Cristo Redentor

O Cristo Redentor do Rio de Janeiro foi construído de concreto armado e pedra-sabão. Inaugurado em 12 de Outubro de 1931, tem 30 metros de altura e está a 709 metros acima do nível do mar, de onde se pode ver boa parte da cidade do Rio. O local é considerado o primeiro santuário a céu aberto do mundo e conta com uma capela de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

Em 2007, foi eleito uma das sete maravilhas do mundo moderno. Já em 2012, o Cristo Redentor foi considerado Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.