Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 09 Maio |
home iconEstilo de vida
line break icon

Você ama o que está perto?

Eu te amo hoje - publicado em 23/12/16

Você já percebeu o quanto todo mundo é perfeito depois que morre, né? Mas por que só depois?

Você já percebeu o quanto todo mundo é perfeito depois que morre, né? Tenho certeza que sim. Tenho certeza que já viu o quanto as pessoas lamentam uma perda, o quanto choram e isso é totalmente normal e compreensivo, mas por que só depois? Por que nos apegamos aos defeitos quando temos alguém perto e sofremos pela qualidade quando estamos longe?

Há algum tempo tenho parado para analisar nosso comportamento quanto a esse assunto, e digo nosso porque estou inclusa no pacote. Namoradas e namorados enchem seus parceiros de reclamações e colocam uma lupa sob seus defeitos. Choram, esperneiam, terminam e quando terminam, choram, esperneiam pelos detalhes não percebidos de quem sempre tiveram do lado.

Ao pesquisarmos descobrimos inúmeras teorias sobre a insatisfação. Somos seres insatisfeitos e isso às vezes é essencial para alçarmos novos voos, melhorarmos como pessoa e darmos saltos profissionais.

Mas, já percebeu que na maioria das vezes, as coisas nunca estão totalmente bem? Se o amor tá indo, o trabalho capenga, se o amor e o trabalho está indo, o dinheiro parece não ser suficiente, se amor, dinheiro, trabalho vão bem, alguma amizade desanda. E se não tem nada disso atormentando, inventamos algum pra alimentarmos nosso lado insatisfeito. E aí lá vamos nós gastarmos energia com aquilo que naquele momento não está como deveria estar.

O psicólogo Frederico Matos costuma chamar os adeptos dessa atitude de “Zumbi-feliz” e diz que “o insatisfeito crônico sofre do mal da abundância vazia, pois parece que existe tanto a escolher que ainda que ele escolha fica insatisfeito porque poderia ter escolhido muito mais. Sim, existe um território enorme de possibilidades a serem exploradas, mas você só consegue andar 10 metros por dia. Alegre-se com esse trecho caminhado.

Dizem que qualquer atitude leva 22 dias para fazer parte da rotina, que se adotarmos uma rotina durante 22 dias, ela vira hábito, então que tal adotar o hábito de aproveitar o que tem?

Apreciar aquela carne maravilhosa que só seu marido/namorado sabe fazer. Reparar o quanto a covinha do seu filho é fofa quando ele sorrir. Sentir o quanto sua casa te dá a paz que você precisa quando o mundo parece um redemoinho.

Aproveitar com languidez o afago gostoso que sua mãe traz ao seu coração quando te faz cafuné e fazer com que a ambição de uma vida melhor jamais lhe tire o prazer de desfrutar o que tem.

(via Eu te amo hoje)

Tags:
MorteSentido da vidaVida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Bebê anjo
Reportagem local
“Tchau, papai”: as últimas palavras que Maurício ouvi...
2
Sangue de São Januário ou San Gennaro
Francisco Vêneto
Milagre do sangue de São Januário volta a ocorrer em Nápoles
3
Monsenhor Jonas Abib, fundador da Canção Nova
Reportagem local
Fundador da Canção Nova, monsenhor Jonas Abib é diagnosticado com...
4
ARGENTINA
Esteban Pittaro
Polícia interrompe missa de Primeira Comunhão ao ar livre
5
CANDLELIGHT PROCESSION AND ROSARY
Elizabeth Zuranski
A oração escondida no fim da Ave-Maria
6
ELDERLY,WOMAN,ALONE
Aleteia Brasil
O pe. Zezinho e a mãe que espera há 30 anos, sem sucesso, pelo pe...
7
Sangue de São Januário ou San Gennaro
J-P Mauro
Vídeo mostra a última liquefação do sangue de São Januário
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia