Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Crocodilo morde turista que fazia selfie na Tailândia

O Hospital Presbiteriano de Dallas, onde dois funcionários foram infectados com o vírus Ebola

Compartilhar

Um crocodilo selvagem mordeu no domingo (1º) uma turista francesa que tentava fazer um selfie junto ao perigoso animal em um grande parque nacional tailandês ao norte de Bancoc.

“Quis fazer um selfie com o crocodilo que descansava no rio”, disse um funcionário do parque Khao Yai, que pediu o anonimato.

O animal “foi surpreendido e a mordeu na perna”, acrescentou.

A vítima chamada Muriel Benetulier foi levada ao hospital, mas está fora de perigo.

Meios de comunicação locais publicaram várias fotografias que mostram guardas florestais transportando em uma maca a turista, que estava com o joelho enfaixado.

Também divulgaram imagens do rio tingido de vermelho devido ao sangue, diante de uma placa que alertava que a área era perigosa.

“Nesta área do parque há um sinal que indica que aqui vive um crocodilo e que as pessoas podem observá-lo a partir da plataforma, mas suponho que ela quis vê-lo mais de perto”, acrescentou o funcionário.

Antigamente, os crocodilos eram onipresentes no sudeste da Ásia, mas a sua presença foi reduzida drasticamente devido à caça e à destruição do seu habitat natural.

(AFP)