Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 10 Maio |
home iconEspiritualidade
line break icon

O “komboskini” ou “cordão de oração”: o rosário ortodoxo

Daniel R. Esparza - publicado em 16/01/17

De 10 ou de mais de 400 nós, os cordões de oração têm sido usados entre ortodoxos orientais e religiosos greco-católicos pelo menos desde o século IV

A tradição atribui a São Pacômio a invenção do cordão de oração (um laço de nós, geralmente feito de lã virgem, símbolo da pureza do Cordeiro de Deus, ou de fios de seda, trançados de nós) no século IV, em pleno nascimento do monasticismo.

Quando os monges e eremitas começaram a se aprofundar nos desertos do Egito para viver uma vida dedicada à oração, eles costumavam rezar cento e cinquenta salmos diariamente. No entanto, como muitos desses monges eram analfabetos, eles tinham duas opções: ou aprendiam o saltério inteiro de memória, ou substituíam a oração dos salmos por outras orações.

Entre elas, a jaculatória mais famosa: “Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus vivo, tem piedade de mim, um pecador”. A intenção de São Pacômio, conta a tradição, era que os monges pudessem seguir o conselho de São Paulo na primeira epístola aos Tessalonicenses, “rezem constantemente”.

komboskini_4

No entanto, diz-se que o costume de fazer nós no cordão se atribui a Santo Antônio, o Grande, o pai do monasticismo oriental. Anteriormente, os monges contavam suas orações arremessando pequenas pedras em uma tigela, mas o método era pouco prático (especialmente se o monge fosse orar fora de sua cela, carregando um saco de pedras e uma bacia).

A tradição conta que cada vez que Santo Antônio rezava um “kyrie” (“tem misericórdia de mim”…), fazia um nó na corda, até chegar às cento e cinquenta orações diárias obrigatórias. No entanto, sempre que o santo fazia um nó, o diabo o desfazia, para fazê-lo perder a conta, tornando-se impossível cumprir a sua meta diária. O santo, então, decidiu fazer um nó em cada nó, de modo que os próprios nós formassem uma cruz, impedindo assim que o diabo o desatasse.

Geralmente, esses cordões de oração (chamado “komboskini” em grego, “chotki” ou “vervitsa” em russo e “misbaha” em árabe) têm entre cem e cento e cinquenta nós, mas também podem ter trinta e três nós (simbolizando idade de Cristo ao morrer), outros quarenta e um nós (o número de açoites recebidos por Cristo) ou sessenta e quatro nós (a idade de Maria ao ser elevada ao céu).

Quase todos os cordões são feitos exclusivamente por monges, e alguns incluem um pequeno tecido, com o qual é usado para secar as lágrimas derramadas pelo remorso pelos próprios pecados. Este pequeno tecido na extremidade do cordão, dizem alguns, também simboliza o reino dos céus, onde somente entramos através da cruz (que, no cordão, precede o tecido).

Tags:
MeditaçãoOraçãoTerço
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Bebê anjo
Reportagem local
“Tchau, papai”: as últimas palavras que Maurício ouvi...
2
ARGENTINA
Esteban Pittaro
Polícia interrompe missa de Primeira Comunhão ao ar livre
3
ELDERLY,WOMAN,ALONE
Aleteia Brasil
O pe. Zezinho e a mãe que espera há 30 anos, sem sucesso, pelo pe...
4
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
5
Reportagem local
Triste, surpreendente, inspirador: o drama e o recomeço da menina...
6
Sangue de São Januário ou San Gennaro
Francisco Vêneto
Milagre do sangue de São Januário volta a ocorrer em Nápoles
7
OPERA SINGER
Cerith Gardiner
Cantora de ópera faz apresentação incomum e homenageia Maria e as...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia