Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 27 Fevereiro |
Santa Honorina
home iconAtualidade
line break icon

3 lições que a cantora Shakira me ensinou sobre filhos e redes sociais

Aleteia Espanha - publicado em 17/01/17

Faça estas 3 perguntas antes postar algo sobre seus filhos

Sou culpada por usar plataformas como Instagram e Facebook para reclamar de meus filhos. Também costumava usar as redes sociais para me gabar das realizações deles, ao invés de focar em suas personalidades. E, se você é mãe, com certeza também já fez isso.

Mas, no fim de semana passado, decidi mudar meus métodos maternais nas redes sociais. Acredite ou não, foi por causa das publicações no Instagram de outra mãe (muito famosa): a cantora Shakira.

View this post on Instagram

A post shared by Shakira (@shakira)

Um exemplo magnífico de uma mãe usando as redes sociais para homenagear, de forma edificante, seus filhos… ao invés de criticá-los. Ela agradeceu por todos que se interessaram, perguntaram e, inclusive, rezaram para seu filho Sasha, que ficou doente e passou vários dias no hospital.

Esta mensagem de Shakira pelo reestabelecimento da saúde de Sasha foi um excelente lembrete de que podemos usar as redes sociais para o bem, para agradecer por nossos filhos, por exemplo.

Esta publicação de Shakira conseguiu me fazer lembrar que as palavras têm importância, principalmente nesta época da pós-verdade. O que publicamos nas redes sociais têm consequências reais (boas ou más).

Uma vez que algo sai “aí fora”, pode circular livremente. Penso com frequência sobre isso, sobretudo quando vejo mães jovens compartilhando imagens de travessuras e erros de seus filhos.

Nem sempre reflito antes de clicar em “publicar”. Mas, a partir de agora, farei 3 perguntas a mim mesma antes de compartilhar alguma coisa na internet. Faço isso com base em 3 publicações da cantora.

É verdade?

Estou exagerando para parecer melhor? Estou contando uma verdade para ganhar simpatia e apoio? Se sim, melhor repensar minha atualização.

É bom?

Estou denegrindo um familiar que poderá se irritar ou ficar com vergonha quando ler minha atualização? Uma forma muito boa de responder a esta pergunta é nos colocarmos no lugar do outro, perguntando, por exemplo: se meu filho visse este post, ele se sentiria ferido?

Claro, há crianças mais sensíveis que outras. À medida que meus filhos crescem, esta é uma questão que se resolve com mais facilidade: posso pedir a eles permissão para publicar imagens ou textos. Com os menores, temos de ser mais criativos. Pergunte: o que ele vai pensar dessa publicação daqui a cinco anos? E daqui a dez anos?

É útil?

Não digo que nunca devemos reclamar de nossos filhos, nem compartilhar nosso entusiasmo com suas vitórias. Creio que sempre existe um determinado tempo para sermos sinceras sobre os desafios da maternidade (em especial se for algo universal que nos desperta o sorriso ou nos faz sentir menos sozinhas como mães).

No entanto, a partir de agora, meu desafio é: quando eu precisar de validação dos meus pares, vou me desafogar somente “no privado”, não em público. Tratarei de consultar somente o meu marido ou minhas amigas, caso tenha um desgosto concreto com algum de meus filhos. E deixarei essas conversas à margem do mundo digital.

Por: Carmen Neira

Inspirado no artigo da edição inglesa FORHER Aleteia

Tags:
FilhosInternetRedes sociais
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KOMUNIA NA RĘKĘ
Claudio de Castro
Padre chora copiosamente diante da falta de respeito com a Eucari...
2
Eucaristia
Reportagem local
Diocese afasta padre que convidou pastor para “concelebrar&...
3
OPERA SINGER
Cerith Gardiner
Cantora de ópera faz apresentação incomum e homenageia Maria e as...
4
PRAYER
Desde la Fe
Coisas que você não deve fazer na Missa e talvez não saiba
5
RECONSTRUCTED CHRIST
Lucandrea Massaro
Assim era Jesus: o misterioso Homem do Sudário, reconstruído em 3...
6
HOLY FAMILY
Philip Kosloski
A antiga oração a São José que é “conhecida por nunca ter falhado...
7
MEXICO
Pablo Cesio
México: homem chega à própria missa de corpo presente
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia