Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 04 Agosto |
São João Maria Vianney
home iconAtualidade
line break icon

Aos seis anos, meninas são menos propensas a acreditar que são ‘brilhantes’

Norbert Perrau / Ina

Fillette ‡ son pupitre, dans une salle de classe d'Ècole primaire mise en scËne pour la sÈrie tÈlÈvisÈe "Marc et Sylvie" Girl in her writing desk, in a classroom of primary school staged for the television series "Marc and Sylvie"

Agências de Notícias - publicado em 29/01/17

Um estudo sobre estereótipos de gênero publicado nesta quinta feira revelou que aos seis anos de idade as meninas são menos propensas a acreditar que elas são “brilhantes”, e mais propensas a achar que os meninos são.

O estudo publicado na revista Science se baseou em 400 crianças com entre cinco e sete anos, que receberam uma série de tarefas.

Em uma delas, as crianças ouviram uma história sobre alguém que era “muito, muito inteligente”, sem que fosse revelado se essa pessoa era do sexo masculino ou feminino.

Aos cinco anos, tanto os meninos quanto as meninas eram igualmente propensos a escolher seu próprio gênero como “muito, muito inteligente”.

Mas aos seis e sete anos, “as meninas eram significativamente menos propensas do que os meninos a associar o brilhantismo com o seu próprio gênero”, disse o estudo.

Em outra parte do estudo, as crianças tiveram que adivinhar quem, em um grupo de dois meninos e duas meninas, tinha obtido as melhores notas na escola.

Neste caso, tanto as meninas mais jovens como as mais velhas eram mais propensas a apontar as meninas como as que tinham melhores notas, sugerindo que as “percepções das meninas sobre desempenho escolar estavam separadas das suas percepções sobre brilhantismo”, disse o estudo.

Finalmente, quando as crianças foram questionadas sobre seu interesse em dois novos jogos, um para “crianças que são muito, muito inteligentes” e o outro para “crianças que se esforçam muito”, os pesquisadores descobriram que as meninas com seis e sete anos tinham menos interesse do que os meninos no jogo para crianças inteligentes.

Aos cinco anos, as meninas eram tão propensas a escolher o jogo para crianças inteligentes como o jogo para as crianças que se esforçam.

As descobertas indicam que esses estereótipos podem ter implicações importantes para as carreiras que as mulheres escolhem, talvez afastando-as de campos tipicamente associados ao brilhantismo, como a física e a filosofia, disse a autora principal do estudo, Lin Bian, pesquisadora da Universidade de Illinois em Urbana e Champlain.

“É provável que isso afete as aspirações profissionais das mulheres”, disse.

“Nós acreditamos que é importante explorar se e como as crianças menores começam a aprender esses estereótipos associados ao brilhantismo nos homens”, concluiu.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
4
Pe. Edward Looney
Padre revela: por que sempre levo água benta comigo ao viajar
5
MAN
Reportagem local
Oração da noite para serenar o espírito e pacificar a ansiedade
6
sacerdotes
Reportagem local
Suicídio de sacerdotes: desabafo de padre brasileiro comove as re...
7
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia