Aleteia

Oração de Nossa Senhora de Lourdes

Reprodução
Compartilhar

Peça aquela graça especial à Protetora dos Enfermos

Ó Virgem puríssima, Nossa Senhora de Lourdes,
que vos dignastes aparecer a Bernadete,
no lugar solitário de uma gruta,
para nos lembrar que é no sossego e recolhimento
que Deus nos fala e nós falamos com Ele,
ajudai-nos a encontrar o sossego
e a paz da alma que nos ajude a conservar-nos
sempre unidos em Deus.
Nossa Senhora da gruta,
dai-me a graça que vos peço
e tanto preciso:

(pedir a graça)

Nossa Senhora de Lourdes,
rogai por nós.
Amem!

* * *

No Angelus de 11 de fevereiro de 2018, Dia Mundial do Doente, o Papa Francisco recordou a memória da Virgem Maria de Lourdes.

Ele disse:

Com o olhar do coração voltado para a gruta de Massabielle, contemplemos Jesus como verdadeiro médico dos corpos e das almas, que Deus Pai enviou ao mundo para curar a humanidade, marcada pelo pecado e pelas suas consequências.

O Papa também explicou que nenhuma enfermidade é causa de impureza: a doença certamente abrange a pessoa inteira, mas de modo algum atinge ou impede a sua relação com Deus.

Aliás, uma pessoa doente pode estar ainda mais unida a Deus. Ao contrário, é o pecado que nos torna impuros!

O egoísmo, a soberba, o entrar no mundo da corrupção, são estas as enfermidades do coração das quais é preciso ser purificado, dirigindo-se a Jesus como o leproso: «Se quiseres, podes purificar-me!».

O Papa pediu para cada um fazer um momento de silêncio e “pensar no seu coração, olhar para dentro de si mesmo e ver as suas impurezas, os seus pecados”.

E cada um de nós, em silêncio, mas com a voz do coração, diga a Jesus: “Se quiseres, podes purificar-me!”. Façamo-lo todos, em silêncio.

“Se quiseres, podes purificar-me!”.

“Se quiseres, podes purificar-me!”.

“E cada vez que nos aproximamos do sacramento da Reconciliação com o coração arrependido, o Senhor repete-nos também a nós: «Eu quero, sê curado!». Quanta alegria há nisto! Assim a lepra do pecado desaparece, voltamos a viver com júbilo a nossa relação filial com Deus e somos readmitidos plenamente na comunidade”, disse ainda o Papa.

Por intercessão da Virgem Maria, nossa Mãe Imaculada – prosseguiu o Papa Francisco –, “peçamos ao Senhor, o qual trouxe a saúde aos doentes, que cure também as nossas feridas interiores com a sua misericórdia infinita, para nos restituir deste modo a esperança e a paz do coração”.

Boletim
Receba Aleteia todo dia