Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 20 Outubro |
São Cornélio
Aleteia logo
home iconEstilo de vida
line break icon

Grávida tem morte cerebral, é mantida viva por 4 meses e dá à luz gêmeos

Reprodução / Facebook

Aleteia Brasil - publicado em 23/02/17

Mais uma daquelas histórias emocionantes, em que o que parecia impossível acontece e revela a beleza da vida

Os gêmeos Azaphi e Ana Vitória nasceram de 7 meses, pesando pouco mais de 1 kg cada um. Estão na UTI neonatal de um hospital no Paraná e, de acordo com os médicos, estão bem, mas necessitam de cuidados especiais como quaisquer bebês prematuros.

O nascimento dos gêmeos foi o ápice de uma verdadeira batalha em favor da vida. A mãe deles, Frankielen da Silva Zampoli, de 21 anos, sofreu uma grave hemorragia no cérebro quando estava no segundo mês de gravidez. Pouco tempo depois, os médicos diagnosticaram a morte cerebral. Ela já não tinha mais chances de viver. Mas, dentro da barriga da jovem, dois coraçõezinhos batiam fortemente, com sede de VIDA.

Foi aí que teve início uma operação de guerra para manter a gravidez e salvar os bebês. Durante cerca de 4 meses, profissionais de várias áreas foram mobilizados. A rara gestação foi acompanhada ininterruptamente por médicos, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas e até musicoterapeutas, que levavam doces canções para os bebês ouvirem, tentando, assim, reproduzir o afeto e o carinho que, infelizmente, a mãe foi impossibilitada de transmitir aos filhos.

O desafio dos médicos era manter a pressão arterial da mãe e os níveis adequados de oxigenação, hormônios e nutrientes que precisavam ser transferidos para os bebês e garantir o desenvolvimento deles. E deu tudo certo! Depois de 123 dias de luta, o corpo da mãe já não reagia mais. Os médicos decidiram, então, fazer a cesariana.

Agora a família convive, ao mesmo tempo, com os sentimentos comuns aos dois extremos da vida: o nascimento vitorioso dos bebês e a morte da guerreira Frankielen.

Artigos relacionados:

– A luta pela vida: em parto complicado, bebê nasce sem sinais vitais. Depois, a emocionante surpresa

Ela morreu durante o parto de sua filha, mas um milagre surpreendente aconteceu

– Morte cerebral: instante ou processo?

Tags:
GravidezMorteMulher
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
3
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
4
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
5
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
6
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
7
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia