Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Estilo de vida

Família, escola de ternura

Vinogradov Illya

Juan Ávila Estrada - publicado em 05/03/17

Muitos afirmam ter Deus e a família em primeiro lugar, mas, na prática, acabam investindo mais tempo e recursos em outros elementos

É importante aprender a construir sobre rocha nossos anseios mais nobres, para que não acabem como projetos de poucos períodos da vida. Refiro-me a todos aqueles planos que fazemos na cabeça, mais que no coração, e que finalmente são dispersos pelo tempo.


Eu gostaria de refletir sobre projetos que incluam o perdão e a restauração familiar. Não existe instituição sobre a terra que mereça mais atenção que a família. É nela que Deus começou uma história de salvação e de amor por cada um de nós; é nela que, apesar de todas as suas deficiências, experimentamos a ternura de Deus; e é nela, portanto, que devemos fazer nossos maiores investimentos de tempo e afetos.


É importante diferenciar o que se quer do que se ama e do que se pode fazer. Um dos aspectos que precisamos analisar, neste sentido, é o tempo investido em casa. Muitas vezes usamos como desculpa o excesso de trabalho para não estar em família, apoiando-nos na ideia de poder deixar aos filhos um legado econômico que lhes garanta o futuro. Isso é uma falácia, pois a fortuna material não produz a estabilidade e a qualidade de vida que todos querem ter e defender.


Pensemos em todos aqueles membros da família com quem precisamos nos reconciliar, e incluamos em nossos projetos a construção de uma nova oportunidade de amor, perdão, ternura. É importante tomar a decisão partindo da força de vontade, não dos caprichos pessoais.


É preciso compartilhar melhores espaços e momentos com a família, até que tais momentos se tornem sagrados para cada um dos seus membros, levando-os a adiar as demais atividades em prol do lar e do fortalecimento dos vínculos afetivos.


Pais que não dão carinho aos seus filhos dificilmente terão acesso ao seu coração. Que o trabalho não se torne uma desculpa para deixar de abraçar, beijar, acariciar o cônjuge e os filhos; que o dinheiro não se torne um paliativo para os momentos de solidão; e que a ternura esteja em primeiro lugar.


Este é um verdadeiro projeto de vida em comum. Todo o resto (casa, trabalho, lazer) é importante, mas está em segundo lugar na escala de valores do que deve ser realmente indispensável para todos.


Precisamos revisar essa escala de valores que temos em nossa cabeça, perguntando-nos se ela está enraizada no coração, porque o problema não está naquilo em que achamos que nos importa, mas no que verdadeiramente nos importa.


Não conheço ninguém que não diga que Deus e a família estão em primeiro lugar, mas, na prática, estes dois elementos acabam ficando em um segundo plano, depois de outros nos quais se investe mais tempo e mais dinheiro.


A felicidade não está longe; dela fazem parte pessoas e situações que muitas vezes não valorizamos tanto, porque colocamos nosso coração naquilo que pode trazer algum prazer momentâneo.


A família é uma instituição sagrada, um recinto no qual aprendemos a ternura e o amor, um espaço no qual conhecemos o amor de Deus e aprendemos a amá-lo e respeitá-lo. A família talvez seja o único e verdadeiro tesouro que possuímos na terra, pois, ainda que seja verdade que não levamos nada desta vida, é nela que ficamos.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
AmorFamíliaValoresVirtudes
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
CHILE
Reportagem local
Duas igrejas são incendiadas durante protesto...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia