Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 31 Outubro |
Beato Domingos Collins
home iconAtualidade
line break icon

Depois de ser obrigada pela justiça a manter gravidez, mulher anuncia perda “espontânea” do bebê

© DR

ACI Digital - publicado em 08/03/17

Pai da criança entrou com denúncia para que a Justiça do Uruguai investigue o caso que ele considera "estranho" e "curioso"

Causou um profundo pesar e suspeita no Uruguai o suposto “aborto espontâneo” que sofreu uma mulher, a qual uma juíza havia proibido de abortar depois de um recurso de amparo apresentado pelo pai do bebê que queria ter a criança.

A proibição do aborto decidida pela juíza Pura Concepción Book foi aplaudida por grupos pró-vida e estabeleceu um precedente na história do Uruguai, onde o aborto é despenalizado até as 12 semanas de gravidez.

A decisão foi divulgada quando a mulher estava na décima semana de gestação.

O advogado da mulher, Daniel Benavidez, disse ao jornal ‘El Pais’, que a sua cliente chegou a um centro de saúde com sintomas de perda. Os médicos realizaram um ultrassom e confirmaram que ela havia sofrido um aborto.

Por sua parte, o representante do pai, o advogado Federico Aguerri, disse ao mesmo jornal que o resultado “é muito estranho, é curioso. Se fosse promotor ou juiz ordenaria urgentemente realizar uma perícia”.

Aguerri disse que este acontecimento foi “muito doloroso para o pai” e anunciou que será apresentada uma denúncia penal contra a mulher que estará a cargo de outro profissional.

Em declarações ao Grupo ACI, o presidente da organização ‘Movidos por la Vida’ do Uruguai, Nicolás Portela, manifestou a sua intenção de “solicitar publicamente à Justiça que investigue o caso e que dissipe quaisquer suspeita de procedimentos ilegais, que constituíram graves delitos”.

“Não quero ser categórico a respeito da natureza destes acontecimentos, pois a menina foi muito exposta e o estresse poderia ter causado o aborto espontâneo, mas não posso deixar de considerar elementos pública e notoriamente que nos deixam com dúvidas”, sublinhou Portela.

Em primeiro lugar, advertiu que “o centro de saúde onde o aborto seria praticado estava interessado em realizá-lo, pois havia apelado a decisão da juíza” e “a própria menina trabalhava neste centro”.

Além disso, em 28 de fevereiro, a mulher declarou publicamente que “apresentaria supostas lesões no útero que a impediam continuar com a gravidez (informação que não dada oportunamente ao juiz)”.

Além disso, destacou a forte participação de “ONGs promotoras do aborto”, que “assessoraram a menina e se comunicando com ela, pressionando a Justiça” para autorizar o aborto.

Entretanto, além do campo jurídico, Portela assinalou que, como uma organização, estão à disposição da mãe, do pai e das suas famílias “para qualquer contribuição de contenção que podemos realizar nestes momentos difíceis”.

Segundo Portela, “acreditamos que este caso e os milhares que ocorrem no nosso país, evidenciam a solidão absoluta e vulnerabilidade que as nossas leis deixaram as mulheres grávidas e os seus companheiros” em situações críticas.

Por esta razão, ressaltou a urgência de uma “revisão da atual lei do aborto e aprovação de uma lei que crie um sistema integral de proteção social da maternidade”.

(Via ACI Digital)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Aborto
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Brasileira Simone Barreto Silva é vítima de ataque terrorista na catedral de Nice
Reportagem local
Brasileira é vítima no ataque terrorista na c...
Reportagem local
França: atentado na basílica de Notre Dame em...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Pe. Robson de Oliveira
Francisco Vêneto
Defesa desmente Fantástico, da TV Globo, em n...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia