Aleteia
Quarta-feira 21 Outubro |
São Bertoldo de Parma
Atualidade

Homens de Neandertal usavam 'aspirina' para dor de dente

Oarranzli-cc

Agências de Notícias - publicado em 09/03/17

Outras descobertas recentes começaram a criar uma imagem dos homens de Neandertal como seres sofisticados

Quase 50.000 anos antes da invenção da penicilina, um jovem homem de Neandertal atormentado por uma infecção dentária ingeriu vegetação que continha um antibiótico natural e um analgésico, revelou nesta quarta-feira (8) uma análise de seus dentes.

O macho, que morava em El Sidron, que corresponde atualmente à região espanhola de Asturias, comeu um fungo antibiótico chamado Penicillium e mastigou pedaços de álamo que continham ácido salicílico – o ingrediente ativo da aspirina moderna, disseram pesquisadores.

A mandíbula fossilizada do jovem revela os danos provocados por um abscesso, e sua placa dental continha restos de um parasita intestinal que causa diarreia aguda, o que demonstra que “estava bastante doente”, afirma o estudo, publicado na revista científica Nature.

“Aparentemente, os homens de Neandertal possuíam um bom conhecimento de plantas medicinais e suas propriedades anti-inflamatórias e analgésicas, e parecem ter se automedicado”, disse o coautor Alan Cooper, da Universidade de Adelaide, na Austrália.

“Certamente, nossas descobertas contrastam marcadamente com a visão simplista de nossos antepassados na imaginação popular”, acrescentou.

O estudo é o mais recente a reformular de maneira mais positiva a ideia de que nossos primos distantes, há muito extintos, eram pouco inteligentes.

Outras descobertas recentes começaram a criar uma imagem dos homens de Neandertal como seres sofisticados que faziam pinturas rupestres, cuidavam dos idosos, enterraram seus mortos e podem ter sido os primeiros joalheiros – embora provavelmente fossem também canibais.

Em 2012, um estudo publicado na revista Naturwissenschaften disse que os homens de Neandertal parecem ter usado ervas medicinais, como milefólio e camomila.

Os homens de Neandertal viveram em partes da Europa, Ásia Central e Oriente Médio por 300.000 anos, mas desapareceram há cerca de 40.000 anos.

Vegetariano

Os homens de Neandertal e os homo sapiens cruzaram, deixando uma pequena contribuição de menos de 2% ao DNA de todos os seres humanos, com exceção das populações da África, onde os homens de Neandertal nunca viveram.

Para o último estudo, uma equipe internacional fez uma análise genética do DNA preso na placa dental de quatro homens de Neandertal – dois da caverna de Spy, na Bélgica, e dois de El Sidron.

A placa calcificada preserva o DNA de micro-organismos que viviam na boca, traqueia e estômago, assim como restos de comida presos entre os dentes – o que pode revelar o que uma criatura comeu e qual era o seu estado de saúde.

A partir da placa mais antiga já analisada geneticamente, a equipe concluiu que os homens de Neandertal belgas comiam rinoceronte lanudo, ovelhas selvagens e cogumelos, e viviam como caçadores e coletores.

“Aqueles da caverna El Sidron, por outro lado, não mostraram nenhuma evidência de consumo de carne, mas parecem ter tido uma dieta em grande parte vegetariana, que compreendia pinhões, musgo, cogumelos e cascas de árvore”, disse Cooper em um comunicado.

El Sidron na época estava em um ambiente densamente florestado, acrescentou Laura Weyrich, autora principal do estudo, também da Universidade de Adelaide.

“Em contraste, os homens de Neandertal de Spy viviam em um ambiente semelhante à estepe, por isso é fácil imaginar que tinham como principal fonte de alimento animais grandes e bestiais que vagavam”, disse à AFP.

O homem de Neandertal espanhol doente era o único com traços de álamo e de Penicillium em sua placa dental.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
História
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Gilmar
Reportagem local
Padre é encontrado após três dias desaparecid...
CHILE
Reportagem local
Duas igrejas são incendiadas durante protesto...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia