Aleteia

Vandalismo: Igreja é alvo de pichação pela segunda vez

Compartilhar
Comentar

Crime aconteceu na Igrejinha da Pampulha, em Belo Horizonte

A Igreja de São Francisco de Assis, mais conhecida como Igrejinha da Pampulha, em Belo Horizonte, MG, voltou a ser alvo de vandalismo. Na madrugada desta quinta-feira, 16 de março, uma das paredes laterais da Igreja foi pichada com duas palavras iguais: “Perfeitaísmo”.

Guardas municipais descobriram as pichações e chamaram a Polícia Militar, mas os autores do crime ainda não foram identificados.

Esta é a segunda vez que a igreja é alvo de vândalos em menos de um ano. Em março de 2016, um dos painéis assinados pelo renomado artista brasileiro Cândido Portinari, que fica na parte de trás do templo, também foi pichado. Na época, a limpeza e a restauração custaram R$ 8 mil.

A Igreja é um cartão-postal da cidade de Belo Horizonte e foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer.

Mais do que falta de respeito com a fé católica, este é um crime contra as artes e o patrimônio público, já que a Igreja faz parte do Complexo Arquitetônico da Pampulha, considerado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO.

 

Compartilhar
Comentar
Temas deste artigo:
crimesigrejas
Boletim
Receba Aleteia todo dia