Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 01 Agosto |
Santo Afonso Maria Ligório
home iconCuriosidades
line break icon

Como as gárgulas salvam as almas (e os telhados)

Pixabay / Public Domain

Daniel R. Esparza - publicado em 21/03/17

Uma simples distinção técnica pode nos ajudar a entender melhor as maravilhas da arquitetura gótica

Uma gárgula é simplesmente a parte saliente de um tubo que serve para desviar a água que, de outra forma, se acumularia em um telhado. Não é de modo algum uma invenção medieval: egípcios, gregos e romanos usaram-na nos tempos antigos, a fim impedir a umidade de destruir os telhados.

Na verdade, a palavra francesa gargouille é um derivado do verbo gargouiller, que por sua vez deriva do grego gargarizó: gargarejar. É precisamente por isso que a gárgula, como um elemento arquitetônico, é responsável: recolher e, em seguida, expulsar a água dos telhados e paredes de um edifício. Tecnicamente falando, as esculturas de pedra fantásticas que não servem como calhas são conhecidas como grotescos, não gárgulas, embora a imaginação popular os considere a mesma coisa.

O célebre historiador e crítico de arte Jurgis Baltrusaitis, um dos fundadores da escola de pesquisa artística comparativa e autor do livro A Idade Média Fantástica, é uma autoridade constantemente citada quando se trata do estudo da presença de monstros na arte medieval . Baltrusaitis explicou que as criaturas meio-humanas e meio-animais da antiguidade nunca desapareceram completamente na Europa. A presença das gárgulas, então, poderia ser explicada como uma sobrevivência desses motivos greco-romanos na arte europeia posterior.

Pixabay / Public

Outras fontes atribuem o uso de gárgulas a uma lenda ligada à vida de São Romano, bispo de Rouen. Segundo a lenda francesa, São Romano conseguiu dominar um dragão chamado Gargouille (“garganta”) apenas mostrando-lhe a cruz. O Santo, então, amarrou uma corda em volta do pescoço do dragão e o levou para o centro da cidade, onde o monstro foi morto e queimado. No entanto, a cabeça da criatura não foi consumida pelas chamas. Assim, São Romano decidiu pendurá-la em uma das paredes da catedral como uma advertência: o mal só pode ser superado pela cruz.

Claro, isso é apenas uma lenda. Alguns outros historiadores apontam que o uso de gárgulas e grotescos nas catedrais também tem uma função pedagógica: os animais fantásticos reforçam a noção de que o mal permanece fora da igreja e que foge dos lugares sagrados.

“Sobre esta rocha eu construirei a minha igreja e todos os poderes do inferno não a conquistarão”. Era uma maneira de representar o que está na Escritura, em tempos em que havia poucos que sabiam ler e escrever.

Tags:
Arte
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
2
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
3
Ítalo Ferreira
Reportagem local
Ouro no surfe em Tóquio, Ítalo Ferreira rezou todos os dias às 3h...
4
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
5
David Arias
Reportagem local
Ex-satanista mexicano retorna à Igreja e testemunha: “O ter...
6
Claudio de Castro
Como salvar nossas almas nos últimos minutos antes da morte
7
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia