Aleteia

Como viver uma boa Semana Santa?

James Butler
Compartilhar

Entenda a importância da Semana Santa e saiba como preparar seu coração para acompanhar Jesus em sua Paixão, Morte e Ressurreição

é inconclusa quando não participamos da Vigília Pascal, que é quando exaltamos e proclamamos que o Senhor está vivo e que sua presença é uma realidade em nossas comunidades.

Mas de que adianta enfeitar sem celebrar ou celebrar sem entender? Por que acentuar o sentido das nossas celebrações no meramente exterior, como a procissão, as velas, o coral…?

As grandes celebrações da Semana Santa são, sem dúvida alguma: a Eucaristia da Última Ceia, na Quinta-Feira Santa, quando recordamos a instituição da Eucaristia, a instituição do mandamento do amor e a instituição do sacerdócio católico; o Sábado Santo à noite, quando temos a monumental Vigília Pascal (conhecida como a mãe de todas as celebrações litúrgicas); e isso sem falar das celebrações do Domingo de Ramos e do domingo da Ressureição, que, como se sabe, sempre contam como encontros aos quais não podemos faltar.

Não enfatizemos a beleza dos monumentos, nem a procissão da Via Sacra, nem a ornamentação do Santo Sepulcro, nem o sermão das sete palavras. Todos estes encontros comunitários fazem parte da piedade popular e enriquecem a vida espiritual, mas o que verdadeiramente se celebra são os momentos antes mencionados.

Recordando a Morte de Jesus, celebramos o amor de Deus. Comemorando sua Ressurreição, exaltamos a divindade de Cristo.

Que a nossa Semana Santa seja realmente “santa”, e que todas as atividades das quais participemos nela nos tragam frutos de bênção e salvação. Quando a entendemos, nós a celebramos; e quando a celebramos, nós as aproveitamos melhor espiritualmente.

Boletim
Receba Aleteia todo dia