Aleteia
Quinta-feira 01 Outubro |
São Bavão de Gand
Religião

O Estado Islâmico vai tentar matar o Papa este mês no Egito?

Creative Commons

Aleteia Brasil | Abr 11, 2017

Esta é, pelo menos, a preocupação de alguns colunistas e analistas internacionais

O Vaticanoconfirmou que o Papa Francisco manterá a sua viagem já programada ao Egito, nos dias 28 e 29 deste mês, apesar dos atentados que o grupo terrorista Estado Islâmico perpetrou naquele país contra duas igrejas cristãs coptas neste Domingo de Ramos, matando pelo menos 44 pessoas e deixando mais de 100 feridos, inclusive crianças.

A respeito do atentado e de quem são os cristãos coptas egípcios, confira esta matéria: Quem são os cristãos coptas atacados a bomba neste Domingo de Ramos.

Entre as vítimas, uma grande quantidade de sites chegou a divulgar que estaria este menino fotografado como coroinha na celebração litúrgica de uma das igrejas atacadas. No entanto, as informações desencontradas acabaram sendo esclarecidas ao longo desta segunda-feira: a foto é, na verdade, da celebração de 2016. O menino, que se chama Anthony Monna, tem 5 anos e, graças a Deus, está vivo e bem.

Saiba mais sobre o caso e conheça uma oração dos cristãos do Oriente pelas vítimas

A viagem do Papa Francisco e seus riscos

Assim que o Vaticano confirmou a viagem pontifícia ao Egito, milhares de internautas manifestaram nas redes sociais um misto de apoio e apreensão por causa dos riscos envolvidos. Colunistas e comentaristas internacionais de vários veículos de imprensa escreveram sobre o caso e chegaram a sugerir, ou mesmo pedir abertamente, que Francisco evitasse a viagem. Entre os comentários que mais repercutiram e foram citados por outros jornais está o de Gustavo Chacra em seu blog no site Estadão. Para ele, “o Estado Islâmico vai tentar matar o Papa Francisco no Egito no final de abril”.

Na avaliação do colunista, o Egito não tem qualquer capacidade de proteger o Papa Francisco, dado que vem fracassando notavelmente em proteger seus próprios cidadãos cristãos. Os coptas, a propósito, têm denunciado que são mesmo considerados cidadãos de segunda classe e sofrem contínua discriminação no seu próprio país, tanto por parte da maioria islâmica (90% da população egípcia) quanto das autoridades em geral.

Apesar do cenário sombrio, o Papa Francisco pretende prestar solidariedade aos cristãos do Egito, que se dividem entre ortodoxos (a maioria), católicos e protestantes, além de manter encontros com o presidente Abdel Fattah al Sisi, com o grande imã da mesquita de Al Azhar, Ahmed el Tayeb, e com Tawadros II, patriarca dos cristãos coptas ortodoxos, que tinha estado em uma das igrejas atacadas na manhã deste Domingo de Ramos, mas já havia saído quando ocorreu a explosão no local.

Para complementar o quadro de risco, é sabido que o Santo Padre costuma recusar algumas medidas de segurança, como veículo blindado: ele faz questão de se encontrar diretamente com as pessoas e andar em meio a elas como gesto de proximidade. O desafio de proteger Francisco já foi admitido em ocasiões anteriores até mesmo por responsáveis pela sua guarda no Vaticano, como você confere nesta matéria sobre potenciais atentados contra a vida do pontífice.

O risco, em suma, existe sempre e em todo lugar, mas é relativamente manejável na Europa. Já no Egito a situação é completamente diferente. O mesmo colunista Gustavo Chacra, para embasar a sua opinião de que o Santo Padre deveria cancelar a viagem, comenta o que considera que aconteceria caso o Papa Francisco sofresse um atentado no país:

“Caso matem o Papa no Egito, será o golpe final em qualquer esperança de tolerância religiosa ao redor do mundo. O maior líder cristão morrer em um atentado cometido por jihadistas em uma nação majoritariamente islâmica terá reflexos por gerações na forma como católicos e cristãos em geral no Ocidente verão a comunidade muçulmana, ainda que um grupo terrorista, e não a religião, seja responsável”.

Precedentes

Ao longo da história da Igreja, houve inumeráveis tentativas de assassinato contra papas. Nas décadas recentes, a mais grave foi a cometida contra São João Paulo II em plena Praça de São Pedro: o papa polonês levou dois tiros disparados pelo turco Mehmet Ali Ağca em 13 de maio de 1981, dia de Nossa Senhora de Fátima. Os médicos chegaram a temer seriamente pela vida do pontífice, que, de modo surpreendente, sobreviveu e declarou que “uma mão disparou, mas outra mão guiou a bala”, em referência à estranha trajetória do projétil ao se “desviar” de órgãos vitais.

Saiba mais no artigo 13 de maio de 1981: dois tiros atingem o Papa

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
Estado IslâmicoPapa FranciscoPerseguiçãoTerrorismo
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Com afastamento do pe. Robson, o Santuário de...
A12
3 armas fortes de São Miguel Arcanjo
Gelsomino Del Guercio
A misteriosa linha reta que une 7 santuários ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Silvia Lucchetti
Gestante com câncer recusa aborto: ela e o be...
SAINT MICHAEL
Arcanjo Miguel
15 de agosto: começa a Quaresma de São Miguel...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia