Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 24 Outubro |
São José Lê Dang Thi
Aleteia logo
home iconCultura e Viagem
line break icon

Catedral de Petrópolis: religião e História do Brasil

Creative Commons

Aleteia Brasil - publicado em 12/04/17

Catedral de São Pedro Alcântara guarda restos mortais de personalidades importantes do Brasil Império

Não é à toa que Petrópolis, na região serrana do estado do Rio de Janeiro, é conhecida como “Cidade Imperial”. Suas origens remontam à época em que o regime político vigente no Brasil era a Monarquia.  Conta a História que, em 1822, D. Pedro I se hospedou no local onde hoje é a cidade. Ele teria ficado encantado com as belezas naturais e adquiriu uma fazenda no lugar. Seu sucessor, D. Pedro II assinou um decreto autorizando o povoamento da região e mandou construir um palácio. Mais tarde, Petrópolis seria transformada na “capital de verão” do Império. Nos meses mais quentes do ano, toda a Corte se mudava para lá.

Estilo neogótico da Catedral de Petrópolis. Foto: Stella Dauer/ Creative Commons

Em frente ao palácio imperial, foi erguida uma pequena igreja. Mas a construção de uma matriz já estava prevista pelo imperador. O prédio atual começou a ser construído em 1884 e só ficou pronto 37 anos depois.

A catedral tem estilo neogótico, inspirado na arquitetura francesa muito em moda na época. Só as portas de entrada pesam mais de duas toneladas. Na fachada , ganham destaque as esculturas dos quatro evangelistas. A torre principal tem 70 metros de altura e abriga um carrilhão de cinco sinos de bronze fundido, que foram trazidos da Alemanha.

Creative Commons

No seu interior, vitrais retratam as imagens de Cristo, da Via-Sacra e da Sagrada Família. Também há referências aos membros da Família Real, que “patrocinou” a obra. Uma escultura de São Pedro de Alcântara, padroeiro de Petrópolis e do Brasil, também chama a atenção dentro da catedral.

O padroeiro do Brasil

Pouca gente sabe, mas o Brasil também tem um padroeiro, além da padroeira, Nossa Senhora Aparecida. Trata-se de São Pedro de Alcântara, que foi escolhido por D. Pedro I para ser o padroeiro da Monarquia Brasileira e por D. Pedro II para ser o padroeiro de Petrópolis.

De acordo com o site oficial da Catedral de Petrópolis, ele “nasceu em 1499 em Alcântara, na Espanha, em berço cristão. Ainda jovem, ingressou na Ordem dos Franciscanos e desempenhou importantes cargos na vida religiosa. Foi pregador notável e escolhido como confessor do Rei D. João III de Portugal. São Pedro de Alcântara foi diretor espiritual de Santa Teresa D´Ávila e operou vários milagres em toda Europa. Era o santo de devoção da Família Real, o que influenciou até na escolha dos nomes de batismo dos imperadores (Pedro de Alcântara). Essa devoção levou D. Pedro I a pedir ao Papa Leão XII que proclamasse São Pedro de Alcântara o padroeiro do Brasil, o que aconteceu no ano de 1826.

Mausoléu Imperial

A catedral de Petrópolis também abriga o Mausoléu Imperial. Em uma capela ao lado do altar estão os restos mortais do imperador D. Pedro II, da imperatriz D. Teresa Cristina, da princesa Isabel e do Conde d´Eu. Sobre as lápides, foram feitas esculturas em tamanho real das personalidades, o que chama a atenção dos visitantes. Uma curiosidade do mausoléu é que, por uma ilusão de ótica, o peito do imperador parece se mexer, intrigando fieis e turistas.

Catedral abriga o Mausoléu Imperial. Foto: Rodrigo Soldon / Creative Commons

Turismo

A cidade de Petrópolis é um destino turístico muito visitado e tem excelente estrutura de hotéis e restaurantes. Além da Catedral, os visitantes também podem conhecer vários palácios da época da Monarquia, a casa de verão de Santos Dumont, o Museu Imperial, o trono de Nossa Senhora de Fátima (que fica no alto da cidade), as fábricas de cervejas tradicionais da região e ainda se deliciar em um charmoso passeio de charrete.

Jorge Brazil / creative commons

Serviço:

Catedral de São Pedro de Alcântara

Endereço:  Rua Pedro de Alcântara, 60

Petrópolis, RJ

Telefone: 24 2242 4300

Site: www.catedraldepetropolis.org.br

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos
Francisco Vêneto
Jovem casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos: “cada um vale ...
2
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
3
Papa Emérito Bento XVI
Francisco Vêneto
Bento XVI: “Espero me unir logo” aos amigos que já estão na etern...
4
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
5
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
Papa Francisco São José Menino Jesus
Ricardo Sanches
A oração a São José que o Papa Francisco reza todos os dias há 40...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia