Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 16 Abril |
Santa Maria Bernarda (Bernadete) Soubirous
home iconAtualidade
line break icon

Papa compara centros de refugiados a campos de concentração

European Comission - CC

Agências de Notícias - publicado em 23/04/17

O papa Francisco descreveu neste sábado (22) alguns centros de refugiados da Europa como “campos de concentração”, ao prestar homenagem a uma cristã desconhecida assassinada por sua fé, diante do marido, que é muçulmano.

“Esses campos de refugiados… Muitos deles são campos de concentração, (…) abandonados aos povos generosos que os acolhem, que têm de passar esse peso para frente porque os acordos internacionais parecem ser mais importantes do que os Direitos Humanos”, afirmou Francisco, em uma cerimônia em memória dos mártires modernos do Cristianismo.

Saindo do roteiro que tinha preparado e se mostrando emocionado enquanto falava, o pontífice argentino disse querer que a vítima fosse lembrada com outros mártires na basílica de São Bartolomeu, em Roma.

Francisco contou que conheceu o marido da falecida e seus três filhos em uma visita a um acampamento de refugiados na ilha grega de Lesbos no ano passado.

“Não sei se esse homem ainda está em Lesbos, ou se conseguiu ir para outra parte. Não se se foi capaz de fugir desse campo de concentração”, lamentou o papa.

“Ele me disse: ‘Padre, eu sou muçulmano, mas minha esposa era cristã. Os terroristas vieram para o nosso país (…) viram o crucifixo e nos pediram que o jogássemos no chão’”, relatou Francisco.

“Minha mulher não fez isso, e eles a degolaram na minha frente. Nós nos amávamos muito”, completou o papa, citando o homem.

Francisco não revelou sua nacionalidade, mas a maioria dos migrantes de Lesbos na época de sua visita havia fugido do conflito sírio. Francisco voltou para Roma junto com três famílias desse país, para começarem uma nova vida na capital italiana.

Neste sábado, o papa se reuniu com outros refugiados que haviam chegado à Europa legalmente com a ajuda da Comunidade de Santo Egídio.

O sumo pontífice lembrou ser necessário que a generosidade para com os imigrantes demonstrada pela população de Lesbos e das ilhas italianas da Sicília e Lampedusa se propague pela Europa.

(AFP)

Tags:
MigrantesPapa Francisco
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
Pe. Zezinho
Reportagem local
Não desprezem o templo nem posem de católicos avançados, alerta o...
3
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
4
Frei Jorge e o cãozinho frei Carmelito
Francisco Vêneto
Humanizar os animais não é amá-los, pois desrespeita sua natureza...
5
São José e a Sagrada Família
Reportagem local
Oração a São José para nos guiar “no caminho da vida”
6
Aleteia Brasil
Havia um santo a bordo do Titanic?
7
CHORA KOBIETA
Reportagem local
9 armas espirituais para utilizarmos na pandemia
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia