Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 21 Janeiro |
São Sebastião
home iconEstilo de vida
line break icon

Como ajudar nossos filhos a enfrentar o estresse antes das provas escolares?

Monica Costa - publicado em 24/04/17

Dicas simples que vão garantir mais segurança antes dos exames

Quando chega a época de provas finais ou bimestrais escolares, começa o estresse de nossos filhos, não é? Seja porque elas têm uma validade oficial e delas depende o futuro profissional dos nossos filhos, seja porque os resultados poderão ou não interferir na escolha da profissão que eles vão seguir ou porque delas depende um título… O estresse se multiplica, já que o sistema nervoso trata de se preparar para o que for necessário. O corpo começa a produzir mais hormônios, o coração bate mais rapidamente, a pressão arterial aumenta, a respiração fica mais rápida e os músculos ficam tensos.

Esta situação não é ruim. Existe um estresse positivo que ajuda a aumentar a concentração, faz as pessoas se sentirem otimistas e capazes, aumenta a vitalidade e a resistência física e mental, o que vai ajudar nas provas

O problema é quando o estresse é excessivo e dura tempo demais. Então, quem está nesta situação pode cair no pessimismo, em um grande cansaço físico, falta de concentração, perda da capacidade de memória e aprendizagem, além de fácil irritação. A tudo isso somam-se a baixa imunidade do organismo, problemas cardíacos, aumento de gordura corporal e perda de cálcio nos ossos.

Se notarmos que nossos filhos não conseguem dormir direito, que por mais que durmam continuam cansados, têm dor de cabeça ou nas costas, contrações, problemas de estômago, tremor nas mãos e irritabilidade, precisamos atuar para tentarmos ajudá-los.

A primeira coisa é entender que eles estão em um momento de estresse produtivo, cujas causas podem ser: mau planejamento, pressão por resultados, competividade consigo mesmo e com outros companheiros etc.

Depois, é importante que eles entendam que o estresse pode ser bom para a concentração, para que eles trabalhem mais intensamente e consigam mais resultados. Porém, eles devem aprender a enfrentar as dificuldades com um espírito positivo de luta. Devemos ajudá-los a refletir sobre as opções que eles têm, suas capacidades e incentivá-los a assumir metas.

Como pais, devemos, principalmente, entender que o mais importante são nossos filhos como pessoas. Não devemos fazer mais pressão e, sim, confiar neles – e mostrar nossa confiança. Também temos que explicar que o mais importante é o esforço, não o resultado. Seja qual for o resultado, eles seguirão adiante e estaremos ao lado deles para ajudá-los a atingir suas metas. Ou seja: temos que transmitir segurança e tranquilidade.

Além disso, podemos sugerir que eles:

  1. Pratiquem exercícios físicos. Embora pareça que eles percam tempo de estudo, praticar exercícios duas vezes na semana vai ajudá-los a relaxar o corpo e esvaziar a mente para que ela possa trabalhar melhor;
  2. Ouvir música relaxante, principalmente música clássica, que estimula e descansa a mente;
  3. Sair para a rua, passear com o cachorro, ficar com os amigos, respirar ar puro e tomar um pouco de sol. Tudo isso é bom para o corpo e para a mente e diminui a irritação e o mal humor;
  4. Dormir o suficiente. O sono é o primeiro a ser sacrificado antes dos exames. No entanto, dormir ajuda o cérebro a assimilar e a incorporar na memória de longo prazo o que foi aprendido, para que esteja disponível quando chegarem as provas;
  5. Comer chocolate! Não é brincadeira: o chocolate preto libera endorfinas, que reduzem o estresse e têm efeito relaxante;
  6. Rezar!. Já ficou provado que as orações repetitivas – como o terço – e a oração de meditação em silêncio produzem mudanças bioquímicas que ajudam a aumentar a eficiência das células para produzir mais energia.

E se eles resistirem, podemos lembrá-los de que “o tempo para relaxar é quando não tem tempo para isso”.

Tags:
EducaçãoEstresseFilhos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Larry Peterson
Ela se divorciou duas vezes, teve 8 filhos, virou freira e levou ...
2
FETUS
Francisco Vêneto
Abortos no mundo em 2021 já superam mortes por covid em toda a pa...
3
Pope Audience Wednesday
Vatican News
A importância de ir à Missa aos domingo, segundo o Papa Francisco
4
POPE AUDIENCE
Reportagem local
A oração de cura que pode ser dita várias vezes por dia
5
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fátima - e uma interpret...
6
BLESSED CHILD
Philip Kosloski
Cubra seus filhos com a proteção de Deus através desta oração bíb...
7
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias dos EUA
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia