Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 19 Abril |
São Leão IX
home iconReligião
line break icon

Para os católicos que não concordam com o que a Igreja ensina

Julie Falk CC

Catholic Link - publicado em 27/04/17

Conselhos para que você vá buscar as respostas para as suas dúvidas

É certo que, às vezes, a doutrina da Igreja Católica pode ser motivo de controvérsia. Foi assim desde o começo. Às vezes, é difícil compreender o que a Igreja quer realmente nos ensinar.

Certa vez, o bispo Fulton Sheen disse: “Devem haver apenas cem pessoas neste país que odeiam a Igreja Católica por causa do que ela realmente é; mas devem haver milhões de pessoas que a odeiam erroneamente por creem no que ela seja”.

Se você não concorda com algum ensinamento da Igreja, transforme-se em um detetive e investigue tudo sobre ela antes de taxar a doutrina da Igreja como “fora de moda” e “fora da onda”. Use estas dicas para guiá-lo até o descobrimento da verdade e o sentido da sua vida.

  1. Esteja certo de que você entende o que a Igreja realmente ensina.

Muitas coisas que tomamos como verdades foram lidas ou ouvidas nos meios de comunicação ou até mesmo transmitidas de geração em geração. Dedique um tempo para aprender sobre o que a Igreja ensina, indo direto até ela. Existe uma ampla variedade de recursos excelentes para ajudar nesta missão. A Santa Sé oferece um fabuloso centro de recursos online que você pode consultar quando quiser. Entre eles estão o Catecismo, os ensinamentos papais, alguns escritos dos santos e muito mais.

  1. Tire um minuto para refletir sobre o motivo pelo qual você não concorda com a Igreja

Depois de estudar sobre o que você tinha dúvida, reflita sobre o motivo pelo qual você não concorda com a postura da Igreja. Anote as dúvidas em uma folha e procure as respostas para cada uma delas. Será que houve algum acontecimento importante na sua vida que influenciou a maneira como você pensa sobre tal assunto? Para você a doutrina é um convite à mudança de vida ou, quando recorre a ela, é um desafio? O que você sente ao saber que há argumentos teológicos que sustentam o assunto com o qual você não concorda? Quem foi a primeira pessoa que lhe ensinou sobre a doutrina?

  1. Reúna se com um padre ou um diretor espiritual

Quando você tem problemas de saúde, você procura um médico. Se é o carro que tem problema, você o leva a um mecânico. Na vida espiritual, acontece algo semelhante. Quando há dúvidas ou preocupações que nos inquietem, devemos falar com um especialista no assunto, tal como o faríamos em qualquer outra dificuldade. Procure um padre (não necessariamente o seu pároco), que estará disposto a se sentar e falar com você sobre as dúvidas que você tem. Se não consegue encontrar um sacerdote, solicite indicação de um conselheiro espiritual em sua diocese.

  1. Visite Jesus no Santíssimo

Se você nunca esteve em adoração ao Santíssimo, está na hora de fazê-lo. A maioria das igrejas oferece esta oportunidade de encontrar-se com Jesus uma vez na semana ou até mais. O melhor é que você não tem que fazer nada, somente assistir. Pode levar a sua lista de perguntas, um livro e uma Bíblia, se quiser. Mas também pode se sentar e ficar em silêncio. Estar diante do Senhor é um bom lugar para dizer: “Senhor, eu creio. Mas aumentai a minha fé”.

  1. Seja paciente com a Igreja e consigo mesmo

Você pode levar anos para entender a postura da Igreja em relação a algumas coisas. Talvez você nunca entenda certos ensinamentos e recomendações. Portanto, seja paciente consigo mesmo e com a Igreja. Não desanime, conheça a sua fé e tente entendê-la. Deus nos disse em Mateus 7,7: “Pedi e se vos dará. Buscai e achareis. Batei e vos será aberto”.

  1. Participe de um grupo bíblico ou de uma comunidade que alimente sua fé

Participar de pequenos grupos dentro da Igreja vai trazer benefícios enormes . Você certamente encontrará pessoas que tiveram as mesmas dúvidas e frustrações. Escutar e aprender com os outros podem ser uma grande ajuda, caso você queira realmente encontrar as respostas para as suas perguntas.

Artigo originalmente publicado em Catholic Link, traduzido e adaptado ao português. 

Tags:
CatólicosIgreja
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens poderosas
2
MIGRANT
Jesús V. Picón
O menino perdido no deserto nos convida a refletir
3
Ordenação sacerdotal
Francisco Vêneto
Ex-testemunha de Jeová será ordenado padre católico aos 25 anos
4
BENEDICT XVI
Reportagem local
Em nova e extensa biografia, Bento XVI desmascara o atual “...
5
MARY, CRUSH, SNAKE
Desde la Fe
10 poderosas armas para lutar contra o demônio
6
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
7
SPANISH FLU
Bret Thoman, OFS
Como o Padre Pio encarou a pandemia de gripe espanhola
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia