Aleteia

4 atitudes para ter um relacionamento ‘profundo’

Petrenko Andriy | Shutterstock
Compartilhar
Comentar

O que é isso, você pergunta? Basta pensar em remover sentimentos desnecessários do seu coração, da mesma forma que você faria se fosse limpar seu quarto

Há tanto para ser escrito sobre remover itens desnecessários de nossas casas e simplificar nossos espaços. Está em nosso poder simplificar o nosso ambiente e, como resultado, ganhar serenidade. Mas podemos também simplificar nossos relacionamentos com um resultado semelhante? Muito parecido com uma sala desordenada, um coração desordenado que é atolado por culpa auto impostas e ordens mal colocadas faz com que os relacionamentos possam perder rapidamente seu propósito.

A mídia social nos permite nos orgulharmos de ter milhares de pessoas em nossa tribo. No entanto, estudos dizem que nunca nos sentimos tão solitários. Precisamos de uma maneira de salvaguardar, nutrir e cultivar relacionamentos que dão vida.

Talvez você já esteja lá. Aqui estão quatro sinais:

  1. Seu amor é chato

Não chato em termos de não surpresas. Isso não é chato, é terrível! Em vez disso, é chato no sentido de foco inabalável em metas mútuas. A ausência de drama, juntamente com a atenção minuciosa aos detalhes, muitas vezes parece algo árido para aqueles do lado de fora. Refeições compartilhadas regularmente. Almoços embalados com bilhetes. Massagem nas costas. Estes rituais são todos privilégios de uma intimidade duramente conquistada, simples e antiga. Em um ensaio sobre a amizade, Ralph Waldo Emerson, poeta do século XIX, escreve:

Nós arrebatamos o menor dos frutos no jardim de Deus, que deverá amadurecer através de muitos verões e muitos invernos. Buscamos nosso amigo de um modo nada sagrado, mas com uma paixão adulterada, que o tornaria apropriado para nós (Amor e Amizade, pg. 40).

Para apreciar o fruto doce da intimidade, devemos superar bem nossas amizades, durante muitos longos, secos verões.

  1. Você liga para as pessoas

Os peritos sobre casamento dizem que algo muito bom para comunicar cuidado, preocupação e compromisso é uma breve ligação do esposo(a) no meio do dia. Uma conversa através de mensagem de texto que flui ao longo do dia como um fluxo de consciência não tem o mesmo efeito. De fato, os pesquisadores da Brigham Young University descobriram que as frequentes mensagens de texto entre casais estão ligadas à insatisfação com o relacionamento. O estudo em questão descobriu que, para as mulheres, pedir desculpas ou tomar decisões via texto está associado a menor satisfação com o relacionamento. Para os homens, está associado a menor qualidade no relacionamento. Portanto, simplifique. Menos é mais. Além disso, você terá mais para conversar em uma refeição compartilhada no final do dia.

  1. Você sabe como ‘estar aqui agora’

Nos últimos meses, tenho visto várias mensagens em adesivos de carros. Uma em especial me chamou a atenção: “Eu prefiro Estar Aqui Agora”.

Desilusão e desânimo na vida podem ser rastreados pela ‘perda’ do momento presente. Quando deixamos de notar como a manteiga desliza e mergulha em nossa torrada quente ou observar como as mãos do nosso amado segura sua caneca de café, perdemos mais do que nossa atenção aos detalhes; começamos a perder nossa felicidade.

  1. Você sabe que ser ‘encantador(a)’ não adianta

Ser encantador(a) é como começar a desempenhar uma papel que amamos. Conseguimos acentuar nossas qualidades favoritas e evitar nossas fraquezas por um tempo. A verdade é, porém, que “charme rápido” não satisfaz no final. Nem nós mesmos, nem os outros.

Em seu livro Present Over Perfect: Leaving frantic behind for a simpler, more soulful way, Shauna Niequist escreve:

É fácil ser apreciado por estranhos. É muito difícil ser amado e conectado com as pessoas em sua casa, quando você está sempre lhes trazendo o seu ego mais exausto […] Parece-me que um dos grandes perigos é o ‘amor’ rápido, que é mais charme. Nós nos acostumamos a sorrir, abraçar, brincar, praticar um bom contato visual. E é mais fácil do que a conexão verdadeira, lenta, estranha, dolorosa com alguém que vê todas as piores partes de você.

Aqueles que realmente queremos impressionar são aqueles que estão atrás de nós no espelho, em casa, enquanto tiramos a maquiagem. Eles são aqueles cujas opiniões importam, porque eles são os que realmente nos conhecem. A vulnerabilidade é o oposto do “charme rápido”, e é a substância de relacionamentos duradouros e saudáveis.

 

Compartilhar
Comentar
Boletim
Receba Aleteia todo dia