Aleteia logoAleteia logoAleteia
Sexta-feira 03 Dezembro |
São Cromácio de Aquileia
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Avó australiana devastada por vídeo do EI que mostra seu neto de 6 anos

© Public Domain

Agências de Notícias - publicado em 02/05/17 - atualizado em 02/05/17

Uma avó australiana, devastada por assistir ao vídeo de seu neto de seis anos sendo treinado pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI), criticou em uma entrevista o pai do menor de idade por utilizá-lo como uma “ferramenta midiática”.

No domingo foram divulgadas imagens que mostram Khaled Sharrouf treinando o filho de seis anos sobre como matar pessoas não muçulmanas.

“Como se mata um australiano?”, afirma uma voz em off que acompanha as imagens da criança, armada com pistolas e uma faca.

Sharrouf, o primeiro australiano a ser despojado de sua nacionalidade de acordo com as leis antiterroristas, se tornou famoso em 2014 ao publicar uma foto no Twitter com outro de seus filhos segurando uma cabeça decapitada.

A avó da criança, Karen Nettleton, perdeu a filha quando ela decidiu trocar a Austrália pela Síria com os filhos em 2013 para se reunir com Sharrouf.

De acordo com algumas informações, a mãe do menino teria falecido.

Para a avó, as imagens são devastadoras.

“Todos vão assistir e vão pensar que é um pequeno terrorista. Não sei como seu pai pôde fazer isto. Realmente não entendo”, afirmou ao canal ABC.

“Ele (Hamze) era o bebê de todos. Eu o ninava para dormir, cantava para ele e o levava para nadar”, contou, sem conter a tristeza.

“Isto me mata porque sei que é apenas um menino de seis anos. Eu o conheço. Está sendo utilizado, acredito, como uma ferramenta midiática”, completou.

Nettleton luta há três anos para que os cinco netos retornem à Austrália. Ela não acredita que eles estão perdidos para o grupo extremista.

“São apenas crianças, com a ajuda adequada ficarão bem”, disse.

A Austrália teme o retorno ao seu território de dezenas de jihadistas com passaporte australiano que durante os últimos anos viajaram para Síria e Iraque para combater ao lado do EI.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia