Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 18 Outubro |
São Lucas
Aleteia logo
home iconEstilo de vida
line break icon

Não confunda cama com amor

© Shutterstock

Luz Ivonne Ream - publicado em 02/05/17

Como a castidade pode ajudar um casal de namorados a fazer escolhas mais conscientes

Este tema me parece muito importante, sobretudo para o jovens de hoje, que são bombardeados com tanta informação, muitas delas convidando-os a viver uma sexualidade totalmente irresponsável e promíscua, que tira a dignidade pessoal.

Uma dessas ideias errôneas é a de que o sexo é uma necessidade vital e que está tudo bem se você praticá-lo toda vez que sentir vontade… Claro, se o seu corpo pede, dê o que ele pede…Mentira! Necessidade vital é comer, beber água, dormir… necessidades que, se não satisfeitas a curto prazo, podem levar à morte. Quando você viu alguém na sala de emergência de um hospital morrendo por falta de atividade sexual? No entanto, há notícias de pessoas que morrem por inanição ou desidratação.

O sexo é um apetite, um instinto, uma expressão do amor que não pode ser reduzida à mera Biologia; é um presente que está a serviço do homem para um fim muito específico: comunicar o amor.

Para os que creem, é um dom que Deus deu, um toque de prazer para nos tornarmos coparticipantes de seu poder criador, ou seja, sermos cocriadores com Ele. Enorme privilégio que é preciso valorizar em sua justa medida!

Se hoje você está em uma relação que você gostaria de levar ao altar, formar um vínculo que seja para a vida toda e não sabe como fazê-lo, a resposta é muito simples: viva um namoro casto e escolha de maneira inteligente, não visceral.

Quando um casal opta por não viver a castidade no namoro, há muitíssimos riscos, como o de não saber escolher a pessoa indicada para compartilhar a vida. De fato, mesmo que os perigos para ambos sejam similares, geralmente a mulher é a que mais se arrisca. E eu vou explicar isso através de um olhar psicológico.

Quando uma mulher entrega seu corpo, a parte do cérebro que entra em funcionamento é a do cérebro límbico, não a do córtex cerebral, tirando-lhe, desta forma, a sua capacidade de raciocinar e de ter um pensamento crítico sobre o homem que está lhe proporcionando tanto prazer.

Neste estado, a mulher corre o risco de escolher o homem errado porque não é capaz de vê-lo com objetividade nem fazer discernimentos, tais como se esse homem é o que lhe convém ou não.

Quando falo de conveniência, refiro-me a se, realmente, esse homem será um apoio para ajudá-la a alcançar sua plenitude – ou santidade,  para os que creem – como fim primário de sua existência e do casamento.

De fato, é possível que os amigos e os familiares digam que esse homem não lhe convém e tentem fazê-la ver todos os defeitos dele, como a infidelidade, os vícios, a covardia… No entanto, ela o defende com unhas e dentes, porque não tem a capacidade de ver nele nenhum defeito ou, talvez, eles passem despercebidos simplesmente pelo fato de ela acreditar que eles não são para tanto.

Ou pior: a mulher pode ter o pensamento errôneo de que ela – com seu amor – vai mudá-lo quando eles se casarem. Nada mais falso do que isso! Esta cegueira emocional é perigosíssima. Isso não é amor; isso se chama “encantamento” ou “em-cama-mento”, porque, na cama, mentimos, estamos sendo incapazes de perceber o verdadeiro interior do outro.

Mas, o que acontece com a mulher que não tem a capacidade de ver o que os outros veem? Sua capacidade de discernimento ficou anulada e ela está tomando decisões unicamente com suas emoções, ou seja, sua inteligência emocional está anestesiada pela euforia que os encontros sexuais lhe proporcionam.

E o pior é que, em cada encontro, essa cegueira aumenta e se torna mais forte. Cada relação sexual gera – estejam apaixonados ou não – um tipo de “pagamento moral “ que une o casal, o que gera um sentimento de que um pertence ao outro.

Há uma sensação de não poder se desapegar emocionalmente do outro, mesmo que ela o queira e, no remoto caso em que perceba que a outra pessoa não lhe convém, não saberá como se safar desta relação, porque se sente presa a ela. Isso é um risco enorme, porque, em nome dessa adesão que ela vive, pode chegar inclusive a aceitar maus- tratos e faltas de respeito.

Por isso é que dizemos: hormônio mata neurônio! Creia em Deus ou não, seja moral ou não, convém que pratique a castidade, porque com pureza você se torna mais inteligente.

Agora está o outro lado: o casal de namorados que escolhe viver a castidade e não experimenta a sexualidade até se casar. Neste caso, a mulher casta saberá escolher de maneira mais inteligente se aquele é o homem que lhe convém ou não, já que seu poder de discernimento não estará anestesiado.

Ela poderá utilizar sua parte analítica – o córtex cerebral – para julgar e tomar a melhor decisão. Terá a capacidade de se fazer perguntas de maneira objetiva, de ver defeitos e, dessa maneira, tomar a melhor decisão.

A finalidade de um noivado casto e puro é a ajudar o casal a tomar a decisão mais importante da vida deles de maneira racional: esta pessoa me convém ou não, me ajuda ou me denigre, me faz ser uma pessoa melhor ou me tira a dignidade…

E lembre-se: a virtude da castidade é atemporal, não é uma moda; é um estilo de vida.

Tags:
CastidadeNamoroSexualidade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
2
Reportagem local
O grande crucifixo submerso que só pode ser visto quando o lago c...
3
Milagre do Sol em Fátima
Reportagem local
13 de outubro: o dia em que o mundo presenciou o Milagre do Sol e...
4
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
5
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
6
PRIEST-EUCHARIST-ELEVATION-HOST
Philip Kosloski
O que devemos rezar quando o padre eleva a hóstia e o cálice?
7
MIRACLE SUN
Philip Kosloski
Um cientista descreve o Milagre do Sol em Fátima
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia