Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 24 Outubro |
São José Lê Dang Thi
Aleteia logo
home iconAtualidade
line break icon

Países signatários se reúnem para aplicar acordo do clima

AFP PHOTO / Walter Diaz

Agências de Notícias - publicado em 08/05/17 - atualizado em 08/05/17

Seis meses depois da comoção que representou a eleição nos Estados Unidos de um presidente cético quanto à realidade das mudanças climáticas, os 196 signatários do histórico Acordo de Paris para limitar o aquecimento global retomaram nesta segunda-feira reuniões em Bonn para iniciar sua aplicação.

“Este acordo internacional é a única esperança de sobrevivência para os pequenos Estados insulares”, declarou Thoriq Ibrahim, ministro de Meio Ambiente das Maldivas, em um comunicado publicado na véspera da reunião em Bonn.

Sua declaração reflete a grande preocupação dos países mais vulneráveis às mudanças climáticas, reforçada pela chegada ao poder de Donald Trump e sua decisão de não lutar contra o aquecimento do planeta.

O acordo de Paris prevê a atuação da comunidade internacional para limitar a elevação das temperaturas “abaixo de +2ºC” e se possível “abaixo de 5ºC” em relação aos níveis pré-industriais. Os compromissos atuais são insuficientes e conduzem a um aumento de +3ºC.

Nesta segunda-feira, enquanto começavam as reuniões técnicas sobre as normas de aplicação do acordo, multiplicavam-se nos corredores do centro de congresso internacional de Bonn as especulações sobre a saída ou permanência dos Estados Unidos no acordo.

“Todos esperamos a decisão final da administração americana”, declarou Yvon Slingenberg, representante da União Europeia (UE).

“Haverá na terça-feira à noite uma reunião na Casa Branca sobre a questão, mas isso não quer dizer que vá haver um anúncio antes ou durante [a cúpula d]o G7”, no final de maio, declarou em uma coletiva de imprensa Brandon Wu, da ONG Christian Aid.

Paula Caballero, especialista do World Resources Institute, considera que a “saída dos Estados Unidos criaria dificuldades, mas não seria algo insuperável nem mudaria os rumos da História”.

Uma pequena delegação americana está presente em Bonn, liderada por Trigg Talley, o mesmo responsável sob o governo Obama.

Uma fonte do Departamento de Estado declarou à AFP que os Estados Unidos querem “assegurar que as decisões não vão prejudicar” sua política em favor da competitividade das empresas e do crescimento econômico.

China e Índia em primeiro plano

A União Europeia e 195 países são membros da Convenção sobre o Clima da ONU, depois da adesão dos Territórios Palestinos, em 2015.

Com exceção da Síria e da Nicarágua, todos assinaram o acordo e 144, que somam 83% das emissões mundiais, já o ratificaram.

Entre os grande emissores de gases de efeito estufa, apenas a Rússia não ratificou o texto, apesar de tê-lo assinado em Paris. A Rússia é o quinto maior emissor depois de China, Estados Unidos, União Europeia e Índia.

É pouco provável que o faça sob a presidência de Vladimir Putin, que, em março, declarou que é impossível impedir o aquecimento climático vinculado, segundo ele, aos “ciclos globais da Terra”.

Os governos russo e americano ficam em segundo plano na luta climática, mas a China e a Índia reafirmaram seus compromisso, o que também permite reduzir a poluição e sua conta petroleira.

“A China está sob grande pressão em nível doméstico para reduzir a poluição do ar produzida pelo carvão e combustíveis fósseis, e tem grande interesse em ser líder dos mercados das novas tecnologias”, explica Alden Meyer, da “Union of Concerned Scientists” (União dos Cientistas Preocupados).

“Nova Délhi também vê grandes vantagens em seus objetivos de desenvolvimento de energias renováveis para melhorar a qualidade do ar e de reduzir as importações do petróleo”, acrescenta.

Qualquer ideia de renegociar o texto, após anos de discussões, foi firmemente refutada nas intervenções desta segunda-feira à tarde. O acordo “deve ser respeitado e não deve ser renegociado”, declarou Masud Rezvanian, representante iraniano.

Otimista, o ministro das Relações Exteriores do Marrocos, Salaheddin Mezuar, avaliou que seria “difícil”, inclusive “insensato” da parte de Trump, “ir contra a opinião pública” de seu país “e da vontade da comunidade internacional”.

“A trasição para uma economia de baixo carbono progride em todas as partes do planeta”, destaca Laurence Tubiana, diretora-geral do European Climate Foundation e ex-negociadora francesa, citando como exemplo o fato de a Índia ter como meta “100% de veículos elétricos em 2030”.

Em Bonn, os países têm dez dias para elaborar um manual sobre o acordo de Paris, que entrou juridicamente em vigor, e cujas disposições, muito gerais, devem ser detalhadas antes do fim de 2018.

As Ilhas Fiji vão presidir, em novembro de 2017, a COP23, que por razões de logística se celebra em Bonn, sede da Convenção sobre o Clima.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos
Francisco Vêneto
Jovem casal brasileiro com 8 filhos espera gêmeos: “cada um vale ...
2
Reportagem local
A bela lição que este menino deu a todos ao se aproximar do Papa
3
Papa Emérito Bento XVI
Francisco Vêneto
Bento XVI: “Espero me unir logo” aos amigos que já estão na etern...
4
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
5
Carlo Acutis
Gelsomino Del Guercio
“Ele fechou os olhos sorrindo”: foi assim que Carlo Acutis morreu
6
São José
Francisco Vêneto
Padre irmão de piloto de avião partido em dois: “São José tem mui...
7
Papa Francisco São José Menino Jesus
Ricardo Sanches
A oração a São José que o Papa Francisco reza todos os dias há 40...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia