Aleteia

10 coisas que você nunca vai se arrepender de ter feito com seus filhos

Compartilhar
Comentar

Eles crescem tão rápido! Por isso, não perca a oportunidade de estreitar os laços com seus filhos e de fazer algumas exceções às regras

Aqui está uma lista de coisas que você deve fazer com seu filhos, das quais você nunca irá se arrepender:

  1. Ler para eles em voz alta (mesmo depois que eles já conseguirem ler sozinhos)

Continuamos com este costume mesmo depois que meus filhos passaram da fase das historinhas infantis. Continuei lendo para eles os clássicos da literatura, capítulo a capítulo. Geralmente, ocupava um tempo que eu achava que não tinha. Mas era uma das coisas mais prazerosas que fazíamos juntos. Ler em voz alta para as crianças e adolescentes estimula a imaginação deles e incrementa as habilidades linguísticas dos pequenos. Faça isso, mesmo que seja só para oferecer para eles um tempinho de tranquilidade, que enfatiza um sentimento de amor e segurança.

  1. Fazer aquela tão sonhada viagem de férias em família

Seja para a Disney, Dubai ou para qualquer outro lugar do mundo que vocês queiram conhecer. Não tenha medo de gastar dinheiro com uma experiência que contribuirá com um sentimento de unidade para a família toda. Talvez você sinta o aperto econômico por alguns momentos – ou os prejuízos de uma semana fora do trabalho –, mas as recordações que você criará não têm preço. Há estudos que demonstram que é mais satisfatório gastar dinheiro com experiências do que com coisas materiais. Além disso, a expectativa antes da viagem e as lembranças depois dela nos tornam mais felizes do que um monte de bens materiais.

  1. Deixar que eles faltem ao colégio por doença, mesmo que não estejam doentes de verdade

De vez em quando, um dia de higiene mental faz bem. Sugiro que o papai ou a mamãe também se faça de doente para que juntos possam se amontoar no sofá para assistir a um filme e tomar um sorvete. Um dia de falta não vai fazer mal a ninguém e poderá ser o único dia que você já poderá passar um bom tempo junto com seu filho.

  1. Aprender com eles

Um dos aspectos mais gratificantes de educar os filhos é vê-los desenvolver seus próprios interesses, paixões e habilidades. Meu filho tocava trombeta e me apresentou à música clássica. Eu fiquei encantada pela forma como as funções se alteraram: eu era aluna, ao invés de ser professora. Se seu filho se apaixonar por alguma coisa, deixe que ele tome a iniciativa de ensinar a você. Assim, ele ganhará confiança (e você aprende algo novo).

  1. Passar o tempo com cada filho separadamente

Eu tive quatro filhos. Sei que é difícil, mas, pelo contrário, você não vai se arrepender se dedicar um tempo para cada um deles, separadamente. A relação entre irmãos proporciona grandes benefícios, mas também impõe muito compromisso e muitas coisas que eles precisam dividir entre si. Permita que seus filhos tenham um descanso de tudo isso e os presenteie com um dia inteiro a sós com você. Deixe que a criança escolha a atividade e foque nas necessidades de um só, ao invés das exigências de muitos.

  1. Colocar-se no lugar deles

Quando minha filha mais velha tinha aulas de equitação, eu também decidi experimentar. Embora eu nunca tenha subido em um cavalo antes, imaginei que eu tivesse um conhecimento básico do esporte, já que passava horas por semana escutando as instruções do professor para a minha filha. Eu não imaginei que seria tão difícil seguir aquelas simples dicas. Quando chegou a minha primeira aula, o professor gritava as mesmas coisas que dizia para a minha filha. Eu tinha vontade de chorar: “Pare! Não consigo lembrar de tantas instruções e ainda me manter em cima desta besta galopante!”, eu falava. Lição aprendida – e não precisamente sobre como montar um cavalo. Aprendi sobre as habilidades de minha filha, sua persistência e sua coragem (além das vantagens de ter pernas mais jovens e fortes).

  1. Deixá-lo com os avós

Pode ser que eles fiquem um pouco inquietos, mas experimente deixar as crianças com seus avós durante um fim de semana ou mais. Todo mundo tira benefícios deste convívio: as crianças podem desfrutar de mais caprichos e menos disciplina, os avós podem ter a oportunidade de conhecer melhor seus netos e você tem um tempo de descanso, de que tanto precisa.

  1. Permita que eles cometam seus próprios erros

Hoje em dia, temos ouvido falar muito dos “pais-helicóptero”, que são aqueles que não conseguem deixar de sobrevoar a vida de seus filhos. Sem dúvida, as crianças precisam de orientação e ajuda, mas também precisam aprender estratégicas de adaptação. Eles realmente necessitam reforçar suas resistências em relação à decepção e ao fracasso e desenvolver competências para solucionar problemas. E eles só vão conseguir este tipo de habilidade se começarem a agir sozinhos. Se os pais estiverem constantemente por perto para socorrê-los em cada queda, corrigir cada erro e amenizar cada problema, eles viverão lamentando e também sofrerão. Dê liberdade para seu filho na cozinha e não se irrite se ele deixar o leite derramar ou queimar a comida. Seus filhos precisam assumir os erros e os sucessos. A longo prazo, isso os tornarão pessoas melhores.

  1. Invista na educação

A principal missão dos pais é criar os filhos para que eles sejam autossuficientes. A melhor forma de fazer isso é ter a certeza que seu filho recebe a melhor educação possível, o que implica buscar escolas apropriadas, envolver-se com as atividades escolares, participar das reuniões de pais e mestres e estar sempre disponível para ajudar os filhos nos estudos. Investir na educação coloca as crianças no caminho para um futuro de sucesso e para uma vida em que eles possam ter um impacto positivo em suas comunidades e nas pessoas ao redor deles. Para isso, abra uma poupança para guardar dinheiro para os estudos ainda quando eles forem crianças pequenas. Os bancos oferecem planos de investimentos universitários com vantagens fiscais.

  1. Permita que o aluno supere o professor

Ensine seus filhos a jogar xadrez, basquete, Monopoly, a tocar piano. E como você é o professor, sempre tem de ser o melhor, não é? Não! É preciso deixá-los ganhar. Com o tempo, eles vencerão. Você poderá se arrepender de não assumir sua derrota com elegância. Nada de lamentações nem de desculpas. Porque algum dia eles vão se lembrar com carinho desses jogos e, inclusive quando forem adultos, vão querer tirar um tempo para jogar com você.

Compartilhar
Comentar
Temas deste artigo:
educacaofamiliafilhospais
Boletim
Receba Aleteia todo dia