Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 16 Junho |
Santos Julita e Ciro
home iconEstilo de vida
line break icon

Como educar o seu filho para mudar uma sociedade corrupta

Frank Herholdt | Getty Images

Sempre Família - publicado em 23/05/17

A crise política do Brasil é, antes de tudo, um problema moral; famílias que criam filhos virtuosos podem transformar essa situação

Se você realmente acredita que as crianças são o nosso futuro, então você tem o poder de educar os seus filhos para mudar uma sociedade corrupta. Ao lhes ensinar os valores de que precisarão para se tornarem líderes inovadores e desejosos de mudança, é necessário ajudá-los a desenvolver a responsabilidade e a conscientização, bem como a habilidade de pensar fora da caixa. Se você quer mudar o rosto da nossa sociedade, uma criança de cada vez, siga estes passos.

1) Faça com que o seu filho se responsabilize quando se comportar mal. Se o seu filho cometeu um erro, mesmo que pareça não ter graves consequências, ele precisa aprender a admitir que fez algo errado e se desculpar por isso. Não deixe o seu filho fazer o que quiser até que tenha quatro ou cinco anos só porque é difícil conversar com ele. Faça com que ele veja que fez algo errado assim que ele seja grandinho o suficiente para sentir vergonha. Não permita que ele culpe outra criança ou um amigo imaginário ou qualquer outra coisa. Lembre-se de ser amável e acolher as suas desculpas prontamente. Ensinar responsabilidade não significa fazer com que ele se sinta horrível.

2) Tenha um sistema claro de punições e recompensas. Não é necessário bater no seu filho para mostrar que o seu mau comportamento tem consequências. Tire o seu brinquedo favorito ou algo parecido e complemente isso com um sistema de recompensas para o seu bom comportamento, para reconhecer as boas ações que tomou também. Mas seja consistente e não varie as recompensas ou as punições. Não permita que o seu filho pense que o comportamento ruim não terá consequências, só porque a mamãe está cansada. Não subestime o poder de um elogio: isso incrementa a sua autoestima e lhe ensina a reconhecer também o valor dos outros.

3) Delegue ao seu filho algumas tarefas de casa. Não recompense o seu filho por lavar a louça, tirar o pó dos seus brinquedos ou limpar o leite que derramou. Ele precisa entender que é o seu dever realizar certas tarefas. Diga a ele que está orgulhoso por vê-lo contribuir, mas não permita que ele pense que está fazendo um favor. Isso o ajudará a desenvolver o seu senso de responsabilidade inata: ele entenderá que deve contribuir positivamente para a sociedade, independentemente do que receba em troca. Para isso, ele precisa ver todas as pessoas da casa realizando tarefas, inclusive você, e perceber que para um lar ficar sempre em ordem, todo mundo tem que ajudar – e uma sociedade justa também funciona assim.

4) Ensine o seu filho a se sentir responsável por irmãos e amigos mais novos. Se o seu filho é o mais velho da família ou a criança mais grandinha da vizinhança, ensine-o a ser responsável pelos mais novos, tendo um papel ativo de protegê-los, ensiná-los a distinguir o certo do errado e mantê-los longe de problemas. Diga-lhe que ele é o mais velho, o mais sábio e o mais forte e que ele deve usar tudo isso para ajudar os outros e não para tirar vantagem.

5) Incentive o seu filho a ser um cidadão responsável. Se você quer que o seu filho faça a diferença em uma sociedade corrupta, então ele precisa aprender que não é responsável apenas por seu quintal: ele precisa ter um horizonte maior para contribuir com uma mudança positiva. Ensine-o a não jogar lixo na rua, a sorrir e a ajudar os outros em suas necessidades.

(Colaborou: Felipe Koller. Via Sempre Família. Com informações de Wiki How)

Tags:
BrasilCorrupçãoEducaçãoFilhos
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
BABY GIRL
Mathilde de Robien
12 nomes de meninas cujo significado é ligado a Deus
2
Lucía Chamat
A curiosa foto de “Jesus” que está comovendo a Colômb...
3
POPE FRANCIS - PENTECOST MASS - SUNDAY
Comunidade Shalom
Depois da Comunhão, o que (e por quem) é mais aconselhável rezar?
4
Reportagem local
Poderoso filme de 1 minuto sobre casamento rende prêmio a cineast...
5
Reportagem local
Papa Francisco explica quais são os piores inimigos da oração
6
PASSION OF THE CHRIST
Cerith Gardiner
7 provações e tribulações que Jim Caviezel enfrentou ao interpret...
7
Reportagem local
Você é madrinha ou padrinho? Sabe o que isso significa?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia