Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 07 Maio |
Santo Agostinho Roscelli
home iconAtualidade
line break icon

Atentado em Cabul deixa 80 mortos e mais de 300 feridos

<p>Afegãos passam por uma cratera provocada pela explosão de um carro-bomba em 30 de junho, em Cabul</p>

Agências de Notícias - publicado em 31/05/17

Ao menos 80 pessoas morreram e mais de 300 ficaram feridas em um atentado com caminhão-bomba nesta quarta-feira no bairro diplomático de Cabul, o que marca um início sangrento do Ramadã.

O ataque, um dos mais violentos contra esta zona ultraprotegida que abriga várias embaixadas, aconteceu em um horário de muito movimento.

“A explosão foi provocada por um caminhão-pipa que continha mais de uma tonelada e meia de explosivos. Deixou uma cratera de sete metros de profundidade”, afirmou à AFP uma fonte ocidental em Cabul.

A carga explosiva foi acionada por um homem-bomba às 08H30 locais (1H30 de Brasília), segundo o ministério do Interior.

A explosão provocou uma potente onda expansiva e muitos danos nas proximidades, segundo as imagens aéreas exibidas pelo canal afegão Tolo.

O ataque não foi reivindicado até o momento. Também não foi possível determinar o objetivo exato do ataque. De acordo com a embaixada americana em Cabul, a explosão aconteceu “perto da embaixada da Alemanha, em uma rua muito movimentada”.

Os talibãs, que anunciaram no fim de abril o início da “ofensiva de primavera”, afirmaram no Twitter que não têm envolvimento com o atentado de Cabul, que condenam “com veemência”. No passado, os talibãs não reivindicaram ataques com grande quantidade de vítimas civis.

O grupo extremista Estado Islâmico (EI), responsável por vários atentados violentos em Cabul nos últimos meses, não se pronunciou até o momento.

“Lamentavelmente o balanço subiu a 80 mortos e mais de 300 feridos, incluindo mulheres e crianças”, disse o porta-voz do ministério da Saúde, Waheed Majroh.

O balanço pode ser ainda maior, já que os serviços de resgate ainda estão retirando corpos dos escombros.

Entre as vítimas estão um guarda afegão da embaixada da Alemanha e um motorista, também afegão, da BBC, assim como um jornalista do canal afegão Tolo.

Funcionários da embaixada alemã e quatro jornalistas da BBC ficaram feridos.

A explosão foi tão violenta que abalou grande parte da cidade, quebrando portas e janelas, e gerando pânico entre a população.

A área do ataque estava repleta de carros destruídos. As forças de segurança e os serviços de emergência foram mobilizados. Um helicóptero sobrevoava a região.

Com o número elevado de vítimas, o ministério do Interior fez um apelo à população para a doação de sangue nos hospitais da capital.

– ‘Crime de guerra’ –

Várias embaixadas mencionaram danos materiais, incluindo as representações da França, Alemanha, Japão, Turquia, Emirados Árabes Unidos, Índia e Bulgária.

O ministro alemão das Relações Exteriores, Sigmar Gabriel, declarou que “tais ataques não modificam nossa determinação de apoiar o governo afegão em seus esforços para estabilizar o país”.

A missão da Otan no país elogiou a “vigilância e a coragem das forças de segurança afegãs que impediram o veículo” de avançar ainda mais na zona diplomática.

As autoridades afegãs condenaram o atentado, que acontece poucos dias após o início do Ramadã, o mês sagrado de jejum muçulmano.

Para o presidente Ashraf Ghani, este foi um “crime de guerra”.

“Estes terroristas continuam matando inocentes inclusive durante o mês sagrado do Ramadã”, afirmou, indignado.

O chefe do Executivo afegão, Abdullah Abdullah, condenou o ataque no Twitter.

“Estamos a favor da paz, mas os que nos matam durante o mês sagrado do Ramadã não merecem ser convocados para selar a paz, devem ser destruídos”, escreveu.

A organização Anistia Internacional também condenou um “horrível ato de violência deliberado, que demonstra que o conflito no Afeganistão não diminui, e sim aumenta perigosamente, de uma maneira que deveria alarmar a comunidade internacional”.

O ataque aconteceu em um contexto de grande incerteza para o Afeganistão. O presidente americano, Donald Trump, está examinando o possível envio de milhares de militares para enfrentar a situação.

O diretor do Pentágono, Jim Mattis, declarou há alguns dias que 2017 será um ano difícil para o exército afegão e para os soldados estrangeiros enviados ao Afeganistão.

O governo dos Estados Unidos, envolvido no Afeganistão no conflito mais longo de sua história, mantém no país 8.400 soldados, ao lado de 5.000 militares dos países aliados, com a missão primordial de treinar e assessorar as Forças Armadas afegãs.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Sangue de São Januário ou San Gennaro
Francisco Vêneto
Milagre do sangue de São Januário volta a ocorrer em Nápoles
2
Creche
Reportagem local
URGENTE – Jovem com facão invade creche e mata crianças e p...
3
Bebê anjo
Reportagem local
“Tchau, papai”: as últimas palavras que Maurício ouvi...
4
Mãe de Toda a Ásia, no Monte Maria, é a maior estátua de Maria do mundo
Reportagem local
Maior estátua de Maria do mundo é inaugurada e marca sinal de esp...
5
Monsenhor Jonas Abib, fundador da Canção Nova
Reportagem local
Fundador da Canção Nova, monsenhor Jonas Abib é diagnosticado com...
6
ARGENTINA
Esteban Pittaro
Polícia interrompe missa de Primeira Comunhão ao ar livre
7
CANDLELIGHT PROCESSION AND ROSARY
Elizabeth Zuranski
A oração escondida no fim da Ave-Maria
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia