Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 10 Maio |
home iconAtualidade
line break icon

Bispos da Venezuela explicam ao Papa Francisco a dramática situação do país

Reprodução / Twitter CEV

ACI Digital - publicado em 08/06/17

Pontífice recebeu um relatório com informações sobre os mortos durante os protestos contra o governo de Nicolás Maduro

Conforme foi anunciado, o Papa Francisco se reuniu em privado na manhã de hoje com membros da presidência da Conferência Episcopal Venezuelana (CEV) e recebeu relatórios detalhados sobre a dramática crise pela qual o país está passando.

O encontro foi solicitado pela Conferência Episcopal para conversar sobre a situação que o país vive e, embora tenha apenas transcendido a informação de momento a respeito e a Santa Sé não tenha emitido um comunicado oficial, sabe-se que a reunião entre alguns membros do episcopado venezuelano e o Pontífice durou aproximadamente uma hora.

Os bispos do conselho da CEV foram: Dom Diego Rafael Padrón, Arcebispo de Cumaná e presidente; Dom José Luis Azuaje, Bispo de Barinas e vice-presidente; Dom Mario del Valle Moronta, Bispo de San Cristóbal de Venezuela e segundo vice-presidente; Dom Víctor Hugo Basabe, Bispo de San Felipe e secretário geral; Cardeal Jorge Liberato Urosa, Arcebispo de Caracas; e Cardeal Baltazar Porras Cardozo, Arcebispo de Mérida.

Na audiência privada, os bispos entregaram relatórios específicos sobre a situação que o país vive. Em sua conta oficial no Twitter, a CEV informou que os prelados “entregaram ao Papa um relatório dos falecidos durante os protestos e dados da crise humanitária”.

A situação na Venezuela é crítica. Há cerca de dois meses, os protestos contra o regime venezuelano não param e os manifestantes sofrem a violência e a repressão pelas forças de segurança.

Há alguns dias, o Cardeal Jorge Urosa disse que “o governo perdeu apoio popular e o governo deve desistir da sua intenção de implantar um sistema totalitário, comunista, materialista e militarista na Venezuela”.

“Isso o povo venezuelano não quer: é um sistema contrário aos interesses de todos, mas especialmente dos mais pobres”, disse a Rádio Vaticana.

E várias ocasiões, o Papa Francisco mostrou em público a sua preocupação sobre o país. Em 5 de maio, enviou uma carta aos bispos da Venezuela na qual expressou que sente uma profunda dor pela situação.

“Asseguro-lhes que estou acompanhando com grande preocupação a situação do povo venezuelano ante os graves problemas que o afligem e sinto uma profunda dor pelos confrontos e pela violência atual, que provocaram numerosos mortos e feridos e que não ajudam a solucionar os problemas, mas apenas causam mais sofrimento e dor”, manifestou o Pontífice.

Em outra ocasião, depois da Oração do Regina Caeli em 30 de abril, demonstrou sua proximidade às vítimas dos confrontos entre manifestantes e forças de segurança e pediu responsabilidade e soluções dialogadas ao governo e a todos os setores sociais da Venezuela.

“Não param de chegar notícias dramáticas sobre a situação na Venezuela e do agravamento dos confrontos com numerosas mortes, feridos e presos. Uno-me a dor dos familiares das vítimas e asseguro a minha oração de sufrágio”, afirmou naquele dia.

Em seguida, fez “um forte apelo ao governo e a todos os componentes da sociedade venezuelana a fim de que seja evitada qualquer nova forma de violência; sejam respeitados os direitos humanos e busquem soluções negociadas para a crise humanitária, social, política e econômica que está castigando a população”.

Via ACI Digital

Tags:
MundoPapa
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Bebê anjo
Reportagem local
“Tchau, papai”: as últimas palavras que Maurício ouvi...
2
ARGENTINA
Esteban Pittaro
Polícia interrompe missa de Primeira Comunhão ao ar livre
3
ELDERLY,WOMAN,ALONE
Aleteia Brasil
O pe. Zezinho e a mãe que espera há 30 anos, sem sucesso, pelo pe...
4
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
5
Reportagem local
Triste, surpreendente, inspirador: o drama e o recomeço da menina...
6
Sangue de São Januário ou San Gennaro
Francisco Vêneto
Milagre do sangue de São Januário volta a ocorrer em Nápoles
7
OPERA SINGER
Cerith Gardiner
Cantora de ópera faz apresentação incomum e homenageia Maria e as...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia