Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 23 Julho |
Bem-aventurada Joana de Orvieto
home iconEstilo de vida
line break icon

O que a perda tentou me explicar, o amor me ensinou

Por Guitar photographer

Jardim da Gratidão - publicado em 09/06/17

E você, já teve alguma experiência como esta?

Certo dia, acordei para mais um dia, onde faria minhas atividades rotineiras e no final do dia poderia, enfim, estar com meus amigos para uma “reuniãozinha” que planejávamos durante semanas. Mas ao chegar à cozinha, pude ver meus pais arrumados antes de mim e na mansidão de suas vozes, uma triste notícia.

Alguém que amávamos havia ido morar no céu. Justamente em um dia de céu azul intenso, mesmo em meio às nossas dores, havia alegria no céu, alegria que nos gerou conforto.

Durante todo o percurso, umas nuvens em forma de coração nos guiavam e junto com elas a certeza de que não estávamos sós, e em meio à dor o amor se tornou mais expressivo. Desde então, esses últimos dias têm me ensinado grandes aprendizados e na verdade, é sobre isso que eu gostaria de compartilhar.

Tenho aprendido que só percebemos o valor que está nos momentos quando eles se tornam apenas lembranças. Somos singulares e são os nossos detalhes, são nossas manias que ficam na memória dos outros, e por isso não podemos hesitar em sermos nós mesmos.

Os dias que, às vezes, achamos que são longos, se tornam breves quando a saudade toma o seu lugar. Então, cuide das pessoas que você ama, mas jamais se esqueça de cuidar de si. Seja grato pelas oportunidades de estar junto porque depois você vai desejar isso. Não queira que os outros tenham as mesmas atitudes que as suas, porque não sabemos suas limitações.

E quando a esperança se for, não tenha dúvidas, o amor permanece. O amor nos permite guardar as boas lembranças, nos torna fortes para consolar os que choram, nos traz a paz que não podemos explicar e nos deixa a certeza que não há nada capaz de traduzir.

(via Jardim da Gratidão)

Tags:
AmorgratidaoSentido da vida
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
4
PRIEST-EUCHARIST-ELEVATION-HOST
Philip Kosloski
O que devemos rezar quando o padre eleva a hóstia e o cálice?
5
Mãe de Nina Rios, Fernanda Rocha Kanner exclui redes sociais da filha
Reportagem local
Brasil: médica exclui redes sociais da filha e recebe ataques e e...
6
Papa Francisco
Reportagem local
Papa: como não culpar Deus diante da morte de um ente querido
7
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia